Lajedão alcança melhor índice de isolamento social do estado, segundo a SEI

Os números são referentes à atualização do último dia 20

blank
Foto: Reprodução/Bruno Film

Os últimos dados divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), nesta quinta (21), indicavam que Lajedão registrou o maior índice de isolamento social do estado da Bahia, sendo uma das poucas cidades a ultrapassar o mínimo recomendado por autoridades sanitárias, que é de 50%.

O índice, elaborado pela empresa InLoco, provedora oficial dos dados para o Estado da Bahia, estima diariamente o percentual da população que está respeitando as recomendações de isolamento. Ele auxilia as autoridades a direcionarem recursos de segurança pública, comunicação e saúde.

As informações podem ser encontradas na plataforma online InfoVis Bahia, que contém dados de monitoramento da pandemia do novo coronavírus (causador da covid-19).

Situado no Território de Identidade da Costa das Baleias, em 20 de maio, Lajedão era também o único município da região que ultrapassava o recomendado, com 60.7%.

A cidade confirmou o seu primeiro caso de covid-19 apenas no dia 21, sendo o paciente morador de outra cidade.

Jucuruçu, sem casos, vem logo em seguida, com 47.5%. Veja:

1º Lajedão: 60.7%
2º Jucuruçu: 47.5%
3º Vereda: 43.5%
4º Itanhém: 42.5%
5º Prado: 39.9%
6º Itamaraju: 39.8%
7º Alcobaça: 39.4%
8º Ibirapuã: 39%
9º Nova Viçosa: 38%
10º Caravelas: 37.7%
11º Mucuri: 36.1%
12º Teixeira de Freitas: 35.5%
13º Medeiros Neto: 33.7%

blank
Imagem: Reprodução/InfoVis

No estado, Lajedão esteve seguido por: Cansanção (59.9%), Sátiro Dias (56.4%), Acajutiba (54.1%), Crisópolis (54%), Ouriçangas (53.1%) e Aporá (53%), além de mais 11 cidades acima de 50%.

Também em 20 de maio, a capital Salvador tinha 45.3% e a média no estado era de 42.01%, o oitavo no país. O pico de isolamento social havia sido em 22 de março, quando atingiu 58.33%.

Ações de enfrentamento informadas pela gestão de Saúde

Inicialmente, equipes de saúde de Lajedão passaram por reuniões de treinamento com material vindo do Estado.

Junto à Assistência Social, o trabalho de conscientização de cuidados chegou aos domicílios através de panfletos.

Começaram também a ser editados os decretos que restringiam o funcionamento do comércio e, mais recentemente, obrigando o uso de máscaras.

As barreiras sanitárias realizadas distribuíam panfletos, higienização das mãos e acompanhavam transeuntes pela cidade. Há ainda desinfecção de ruas e calçadas.

A reforço em equipamentos de proteção individuais (EPIs) conseguiu ser efetivado por completo, mesmo diante de dificuldades com fornecedores.

No município, profissionais também foram contratados para reforçarem o atendimento e acompanhamento exclusivo para casos relacionados à covid-19.

Metodologia de cálculo do isolamento social

A Base In Loco não representa a população em sua totalidade. Segundo informações contidas no site da empresa, seus índices da covid-19 são visualizações agregadas do comportamento de localização da população, após coleta de dados de smartphones através de aplicativos parceiros.

Ela afirma que a privacidade das pessoas é mantida, não sendo coletadas informações pessoais, e disponibiliza ajuda para quem preferir não fazer parte das coletas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui