Coelba envia resposta sobre oscilações elétricas e prejuízos no Extremo Sul

Foto ilustrativa/Internet

Após contato do jornal OSollo, a Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) enviou uma nota em resposta acerca de oscilações na tarde desta quarta-feira, dia 20.

Os transtornos com os picos de energia foram registrados em vários municípios das regiões Sul e Extremo Sul.

Leia mais: Casa incendiada, equipamentos queimados, cidade sem água: quem paga a conta, Coelba?

No texto, a empresa concessionária esclareceu as causas e orientou os consumidores quanto ao procedimento de indenizações conforme já divulgado pelo jornal.

Leia na íntegra:

RESPOSTA DA COELBA

Em resposta às informações solicitadas, a Coelba informa que a interrupção de energia, ocorrida nesta quarta-feira (20), em municípios do sul e extremo sul do estado, foi provocada pelo desligamento da subestação Funil, pertencente à Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF), localizada em Ubatã. A Coelba acionou a CHESF imediatamente.

A Coelba vem investindo em renovação e melhorias na rede elétrica da região. No ano passado foram cerca de 110 milhões de reais na realização de 18 obras especiais para garantir a qualidade do fornecimento de energia, com a substituição de 160 quilômetros de rede, a instalação de 98 novos transformadores e a realização de poda da vegetação próxima da rede elétrica.

Para as situações de danos em equipamentos elétricos, em decorrência de interrupção no fornecimento de energia, orientamos o cliente a registrar Solicitação de Ressarcimento de Danos Elétricos através da Central de Teleatendimento da Concessionária (116).

A Coelba se coloca à disposição para qualquer informação.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui