Você viu? Vídeo que viralizou em Teixeira lembra caso do “maníaco da seringa”

O vídeo que circula nas redes sociais sobre terminais de caixa rápido do Banco do Brasil próximo ao Estádio Municipal em Teixeira de Freitas que estariam sujos de sangue relembrou o chamado caso do “maníaco da seringa”.

Relembre:

Em dezembro de 2016, Carlos André Neres Pereira foi detido acusado de aterrorizar os teixeirenses atacando-os com uma seringa para aplicar um líquido que a origem não ficou esclarecida à época.

No entanto, as denúncias dos supostos ataques não passaram das redes sociais, inclusive, a polícia, na ocasião, pediu que as vítimas procurassem a delegacia e denunciassem, até mesmo a fim de verificação de possível transmissão de HIV.

Carlos André Neres Pereira, segundo a Polícia contou naquele ano, possui problemas mentais e já havia sido conduzido à delegacia em situações anteriores. Certa ocasião ele apedrejou veículos estacionados em via pública e em um segundo caso, o homem invadiu a casa de um PM e foi baleado com um tiro na perna.

Em 2017, ele voltou a ser conduzido, desta vez, por atear fogo em uma lixeira próxima a um posto de combustível da cidade. Moradores, com baldes, debelaram as chamas.

Caso atual

Agora, o vídeo que viralizou mostra uma agência do Banco do Brasil (BB), que seria em Teixeira, com os caixas eletrônicos e o piso sujos de uma substância semelhante a sangue. O relato feito por quem grava as imagens diz que a Caixa Econômica da av.  Pres. Getúlio Vargas também teria sido alvo da ação.

Nas redes sociais, muitos comentários associam a ação ao Carlos, entretanto, até o momento, não há dados concretos que o liguem ao caso.

Banco sendo limpo nesta terça 14). Foto: Sulbahianews

Funcionários foram vistos, na manhã desta terça-feira, 14 de julho, limpando a substância da agência do BB. A Caixa confirmou que alguns terminais, de fato, amanheceram sujos com o líquido vermelho e um homem em situação de rua teria passado a noite no local, porém, não há informações se ele estaria ferido.

As imagens das câmeras de segurança das duas agências devem ser analisadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui