Você sabe o que é um talude e para que serve?

Você sabe o que é um talude e para que serve? Foto: pxhere.com

 Vamos abordar neste artigo o significado de um talude. Com certeza, é um processo extremamente importante em todo o país. A engenharia exige este tipo de tecnologia e as empresas estão investindo pesado a todo momento para que melhores resultados cheguem até a população. A construção civil está caminhando a passos largos para um futuro muito mais promissor.

Há várias técnicas em relação aos taludes, e veremos com maiores detalhes a partir de agora. Conhecimento nunca é demais, portanto, vale a pena estudar a fundo e perceber os pormenores a respeito das tecnologias envolvidas.

O que é um talude?

 É um termo também conhecido por morros, encostas, e que podem ser de origem natural, ou até mesmo artificial. A inclinação do talude deve ter no máximo 45º. Como podemos ver, um planejamento muito cuidadoso deve ser feito por parte dos engenheiros a fim de criar melhores condições e uma obra bem executada. Podemos dizer que um talude é qualquer terreno inclinado.

O solo grampeado

O solo grampeado é um método de contenção de taludes que consiste basicamente no uso de elementos chumbadores enterrados. Esta técnica é muito usada para construir estradas, e túneis, bem como resolver problemas de deslizamento, e muitas outras obras. Esta técnica também é usada para solos coesivos e acima do lençol freático.

Talude artificial

 É uma contenção muito especial que dá melhorias ao solo, a partir do uso de concreto projetado e drenagem e execução de tirantes e chumbadores. Esta técnica permite que o talude resista à pressão gerada pela terra. Estes taludes possuem vegetação para forrar as encostas dando maior estabilidade ao solo.

Hidrossemeadura

 É uma técnica de plantio cujo custo é baixo e é recomendado para recuperação de solos estéreis. Várias gramíneas, adubos, insumos, leguminosas proporcionam uma revegetação rápida e eficiente. Para tratar áreas degradadas esta técnica é excelente.

Estruturas de contenção

 Esta técnica contém maciços de solo ou rejeitos sólidos. Uma segurança estrutural deve ser bem feita para aumentar os níveis de eficácia da obra. Há diversas técnicas de estruturas de contenção, entre as quais podemos mencionar: gabiões tipo caixa, telas metálicas, malha hexagonal, entre outras.

Bioengenharia dos solos

 Esta bioengenharia visa o controle da erosão estabilizando os taludes marginais. Várias atitudes são necessárias, entres as quais podemos dizer a criação de um  levantamento topográfico planialtimétrico e muitas outras.

Conclusão

A engenharia todos os dias tem nos proporcionado surpresas muito agradáveis, deixando as obras muito mais seguras e os custos têm reduzido rapidamente. O custo benefício dos taludes é excelente.

Sendo assim, conhecer estas técnicas e muitas outras e acompanhar a tecnologia envolvida irá te ajudar a proteger os solos de forma muito mais eficaz e com certeza, os resultados serão excepcionais.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui