Veja 7 dos mais assustadores aeroportos do mundo

O aeroporto Santos Dumont, no Rio, e sua proximidade com o mar. Fotos: Reprodução

Todo mundo sabe que medo é irracional e que apesar de os números apontarem que os aviões são os meios de transporte mais seguros que existem, a quantidade de gente que sofre com isso é enorme.

Segundo um estudo da Universidade Northwestern, nos EUA, aviões causaram entre 2000 e 2009 o menor número de mortes por bilhão de passageiros: apenas 0,07. Para servir como comparação, no mesmo período, as motos foram as que mais mortes causaram: 213.

Para quem tem medo de avião (que por sorte não é meu caso), as turbulências e os momentos da decolagem e da aterrisagem são os que dão mais nervoso aos passageiros. Barulhos inesperados, quedas de altitude bruscas e chacoalhões fazem muita gente suar frio e, em alguns casos, até soltar gritos de pavor durante o voo.

Para piorar a situação, alguns aeroportos ao redor do mundo ainda deixam as decolagens e aterrissagens ainda mais apavorantes para os passageiros mais medrosos.

1. Toncontín International Airport

Tegucigalpa, Honduras

Considerado um dos aeroportos mais perigosos do mundo por conta das pistas muito curtas e da proximidade com as montanhas da região, o aeroporto de Tegucigalpa já foi palco de uma tragédia. Em 2008, um Airbus 320 não conseguiu parar no fim da pista e chocou-se numa rua. Cinco pessoas morreram. Dá para sentir o perigo no vídeo.

2. Aeroporto de Paro

Butão

Para se ter uma ideia da dificuldade que é pousar um avião neste aeroporto no Butão, as aterrissagens só podem acontecer durante o dia e somente oito (sim, eu disse oito) pilotos no mundo possuem autorização para pousar nele. Localizado num vale, ele fica bastante próximo de casas. Por conta das montanhas, os pilotos precisam confiar em pontos conhecidos para posicionar o avião, já que a pista só “aparece” no último minuto. Para completar, o aeroporto não possui radar.

3. Matekane Air Stip

Lesoto

Não sei nem se dá pra ser chamado de aeroporto. O Matekane Air Strip, no Lesoto, está mais para pista de pouso do que qualquer outra coisa. Localizado no alto de uma cadeia de montanhas, ele é basicamente usado para voos com doações para lugarejos necessitados. Com a pista de pouso mais curta do mundo (apenas 400 m), ele termina num despenhadeiro de mais de 600 m de altura. Como diria o Galvão, haja coração!

4. Tenzing-Hillary Airport

Lukla, Nepal

Só mesmo quem quer escalar o Everest para encarar um aeroporto como estes. Para pousar nele o piloto precisa primeiro passar por uma estreita rota entre o Himalaia e, assim que tocar o chão, iniciar o processo para parar a aeronave e fugir da parede de rochas que fica no fim da pista. E não pense que as decolagens são menos “emocionantes” não…

5. Juancho Yrausquin Airport

Saba, Caribe

Para chegar a este paraíso caribenho é preciso dar uma passadinha no inferno antes. Bem, não chega a tanto, mas o aeroporto de Saba possui uma das pistas de pouso mais curtas do mundo, com cerca de 400 m de extensão sendo que há água no começo o no final dela (e do lado também, como se não bastasse!). Para completar, a aterrissagem por lá não é das mais fáceis, já que os pilotos precisam ir em direção a um penhasco antes de virar repentinamente à esquerda para encontrar a pista de pouso.

6. Courchevel Altiport

Courchevel, França

Mais parecido com uma pista de esqui do que com uma pista de pouso, o aeroporto da estação de esqui francesa de Courchevel é para quem gosta de fortes emoções. Além de estar cercado de montanhas e coberto com neve boa parte do ano, a pista é curta e os pilotos precisam de uma certificação especial para pousar em Courchevel. Não se assuste com a diferença de altura no asfalto da pista: ela é proposital e ajuda os pilotos a perderem velocidade ao pousar e a ganhar velocidade na hora de decolar. Frio na barriga é pouco!

7. Barra Airport

Outer Hebrides, Escócia

Não se assuste se você for para esta cidade na Escócia e, na hora de pousar, não vir nenhuma pista de asfalto. Apesar de ser chamado de aeroporto, os aviões aqui pousam na areia da praia mesmo. São três “pistas” que durante boa parte do dia ficam debaixo d’água por conta das marés. Para os desavisados de plantão, quando estiver em Barra atenção para não caminhar na praia e dar de cara com um avião pousando!

Fonte: Veja

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui