Veja 5 motivos que podem levar o recrutador a ignorar seu currículo

Veja 5 motivos que podem levar o recrutador a ignorar seu currículo. Foto: Reprodução

O candidato a emprego se esforça para fazer o currículo que considera perfeito para conseguir a vaga. Mesmo tendo as melhores qualificações e anos de experiência profissional, não está tendo o retorno que esperava, ou seja, não é chamado para entrevistas.

Segundo Andrew Fennell, especialista em carreiras e diretor da StandOut CV em Londres, em artigo na Forbes, a razão para não conseguir emplacar o currículo está na capacidade de transmitir aos recrutadores que o documento é adequado para a vaga.

“Você pode ser a melhor pessoa para o trabalho, mas se não conseguir comunicar isso para os recrutadores continuará a perder boas oportunidades”, afirma.

Segundo ele, 2021 será um ano desafiador para quem procura emprego mas, se o profissional for capaz de se adaptar e se vender de maneira eficaz para seus empregadores-alvo conseguirá fazer a progressão na carreira que tanto deseja.

Veja abaixo as cinco razões de não conseguir emplacar o currículo e ser chamado para entrevista, segundo Fennell:

1. Você não fez pesquisa de mercado

Vender-se no mercado de trabalho não é diferente de vender um produto ou serviço – você precisa entender seu mercado e fornecer uma solução para os problemas. Em termos de busca de emprego, isso significa que você precisa entender o que os empregadores querem de um candidato em sua área – e mostrar a eles que você tem esses atributos.

No entanto, muitos candidatos simplesmente adicionam sua função atual no topo do currículo sem saber se isso atrairá novos empregadores.

Antes de fazer ou atualizar o currículo, você deve descobrir exatamente o que os empregadores querem ver nele. Explore os painéis de empregos, leia notícias do setor, converse com recrutadores e faça tudo o que puder para descobrir quais são os talentos com maior demanda em sua profissão antes de começar a escrever seu currículo.

Com esse conhecimento, você estará em uma posição melhor para elaborar um currículo que prenda a atenção dos recrutadores.

2. Você complicou demais o design

Um erro comum que os candidatos a emprego cometem é exagerar na formatação do currículo. De layouts complicados a esquemas de cores confusos e fontes elaboradas, muitas pessoas se deixam levar pela estética e não conseguem criar uma experiência de leitura fácil ou destacar as informações principais.

Mantenha seu formato simples, organizado, limpo e direto ao ponto. Concentre-se em tornar o currículo fácil para os recrutadores ocupados.

Limpe os cabeçalhos em negrito, deixe as fontes legíveis e divida os tópicos de forma ordenada e lógica. O uso de bullets e subtítulos são a melhor opção para ganhar a atenção de um recrutador que está com uma pilha de currículos para avaliar.

3. Seu currículo é muito longo

Embora as pessoas achem que todos os currículos são lidos na íntegra, a realidade é que os recrutadores normalmente têm um número limitado de horas por dia para lê-los.

Currículos longos não são lidos na íntegra e, às vezes, informações importantes ficam escondidas na parte inferior, o que faz com que bons candidatos sejam ignorados.

Mantenha o seu currículo em cerca de uma ou duas páginas para ganhar a atenção do recrutador. Se tiver dificuldade, corte as descrições de funções antigas ou agrupe trabalhos muito antigos em uma linha de resumo. Os empregadores estão interessados apenas em seu conjunto de habilidades atual, portanto, descrições detalhadas são necessárias apenas para os últimos três anos de experiência.

4. Você não se concentrou nos resultados

É necessário escrever sobre suas responsabilidades mas, para chamar a atenção de um recrutador você deve descrever o impacto delas.

Os empregadores estão procurando pessoas que possam fazer uma diferença perceptível em seus negócios, então você pode provar isso aos recrutadores incluindo resultados quantificados em seu currículo.

Por exemplo, você pode incluir valores para qualquer geração de receita ou redução de custos pelos quais seja responsável. Ou o trabalho em projetos que melhoraram a eficiência e economizaram recursos da empresa.

Adicionar esses tipos de conquistas, com base em fatos e números concretos, mostra aos empregadores o retorno sobre os investimentos que eles terão ao contratá-lo.

5. Você não atualizou o currículo para 2021

A maior “virada de jogo” em 2020 foi a Covid-19. A pandemia mudou drasticamente o mundo do trabalho e provavelmente reduziu o número de vagas abertas para você no curto prazo. As empresas valorizam principalmente a flexibilidade e capacidade de se adaptar rapidamente a novas situações.

Com isso em mente, certifique-se de que seu currículo destaca sua desenvoltura e vontade de se adaptação a mudanças.

Por exemplo, você pode trabalhar remotamente? Você pode provar aos recrutadores que tem espaço e equipamento para administrar um escritório em casa, se necessário? Você pode cumprir prazos e trabalhar com eficiência sem gerenciamento contínuo?

Que qualificações você tem que comprovam sua capacidade de atender às expectativas atuais? Você fez algum curso recente para ampliar seus conhecimentos? Você demonstrou resiliência ao entrar em uma nova área?

Sua atitude com visão de futuro e mente aberta podem ser apenas o que seu currículo precisa para merecer uma segunda olhada do recrutador.

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui