Vacinação: a melhor arma para prevenir doenças

Foto: Ernandes Alcântara

Bactérias e vírus estão em constante mutação e a atualização do cartão de vacinação pode evitar diversos problemas de saúde.

As vacinas têm a função de nos proteger contra diversas doenças. Quando somos vacinados, nosso corpo recebe uma substância que estimula a criação de células que serão capazes de produzir anticorpos com mais rapidez, protegendo o nosso organismo contra vírus e bactérias da mesma substância, prevenindo e nos protegendo contra doenças.

De acordo com o médico que atende em Eunápolis, João Victor Soares de Albuquerque, essa é a principal importância das vacinas; a prevenção.  Por isso, é indispensável estar com o quadro de vacinas sempre atualizado. “As vacinas são atualizadas em relação às mutações que os vírus e bactérias sofrem ao longo dos tempos. Por isso, a vacinação é mais eficiente na prevenção de doenças”, ressaltou o médico.

Foto: Ernandes Alcântara

Outro fator importante é a vacinação das crianças logo nas primeiras horas de vida e a continuidade do acompanhamento do quadro de vacinas na medida em que elas vão crescendo. Até os doze anos, as crianças possuem um sistema imunológico imaturo e estão mais suscetíveis às contaminações. “Mesmo que o aleitamento materno seja a primeira fonte de imunização contra agentes externos ao organismo, as crianças logo começam a socializar com outras pessoas e acabam ficando expostas a diversos vírus e os bebês não possuem a devida proteção para isso”, concluiu João Victor.

Vacinação impede o retorno de surtos de doenças no país

No último ano, mais de 300 municípios brasileiros, muitos deles na Bahia, enfrentaram o risco de surto de poliomielite. Há 28 anos não havia a ameaça de casos dessa doença, cuja prevenção é feita através de vacina. Segundo o Ministério da Saúde, a resistência de alguns pais e mães em vacinarem seus filhos fez com que o país corresse o risco de voltar a ter casos de poliomielite, também conhecida como paralisia infantil.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui