Uso de celulares como iPhone 7 Plus na sala de aula

Por conta do avanço da tecnologia e a modernidade, muitas coisas foram mudando ao longo do tempo. Depois de muitos anos lutando para que os alunos não levem os celulares para a escola, evitando assim distrações  e falta de atenção, hoje em dia as normas educativas mudaram e celulares como o iPhone 7 Plus já estão presentes nas aulas.

Os telefones moveis já não representam somente o uso de aplicativos como WhatsApp, Facebook ou Twitter. Agora, existem outros aplicativos e páginas na ingternet que permitem usar aparelhos como o iPhone 7 Plus como ferramente de estudo.

Mas é preciso destacar que o fato de ser utilizado como uma espécie de ‘co adjuvante’ na escola, isso não quer dizer que o método de ensino tenha que ser mudado e que o uso de celulares fique permitido sem controle nenhum. Os professores e responsáveis devem sempre criar regras, estabelecendo limites e mantendo o controle.

Como usar iPhone 7 Plus e outros smartphones na aula

Nas escolas devem ser criadas regras que sugiram modos de uso, controlem esse uso e estabeleçam limites. Isso é fundamental para que o uso dos celulares colabore e não atrapalhe na aprendizagem.

Alguns usos que colaboram são:

– Pesquisas. Esse é o uso mais comum e não só para os alunos, mas também para os professores. Pesquisar dados na internet e conseguir resultados rapidamente; isso pode colaborar para um trabalho pratico na sala de aula.

– Fotografar. Os smartphones possuem excelentes câmeras fotográficas. Isso permite tirar fotos para complementar apresentações ou ilustrar trabalhos.

– Edição de imagens. Depois de tirar as fotos, é possível editá-las acrescentando informação ou modificando formas e tamanhos. Há diversos aplicativos que oferecem essas opções.

– Ler jornais. Determinadas matérias podem solicitar analises de notícias do dia e os alunos poderão fazer isso na aula com o professor.

– Dicionário. Alunos podem consultar diante de qualquer dúvida.

– Agenda. Ninguém esquecerá a data de entrega de um dever de casa ou de um teste, anotando esses dados na agenda do celular na hora que o professor indicar.

– Estudar com imagens. Em muitas ocasiões, uma imagem poderá ajudar a explicar uma situação, um determinado item de uma matéria. Os alunos poderão entender melhor uma explicação vendo a imagem correspondente.

– Gravador. Os alunos poderão gravar as explicações do professor. Desse modo poderão prestar mais atenção e consultar a gravação depois, diante de qualquer dúvida.

– Calculadora. Sempre com a permissão do professor, a calculadora dos celulares permite realizar diversos tipos de operações.

– Apresentações. Na hora de mostrar o trabalho solicitado, é possível fazer a apresentação diretamente desde o celular, sem a necessidade de carregar laptops ou pen drives.

– Comunicação. O professor poderá criar um grupo de estudo com os alunos em aplicativos como WhatsApp, bem como os próprios alunos poderão criar os grupos de estudo com os colegas para trocar informação.

– Contato com os pais. Os professores poderão ter contato direto e instantâneo com os pais dos alunos.

– Mapas. Principalmente durante as aulas de Geografia e de Historia, o uso de mapas é um complemento importante para ajudar nas explicações e localizar lugares correspondentes ao tema que está sendo tratado.

– Idiomas. Existem aplicativos que ajudam a pronunciar corretamente as palavras em outras línguas, e isso é uma boa ajuda na hora de praticar uma nova língua.

– Relógio. Tanto professores quanto alunos poderão controlar horário e tempo para um determinado trabalho durante a aula através do relógio ou do cronometro que os celulares possuem.

– Compartilhar material. Os professores poderão enviar material através do grupo de WhatsApp ou mensagem coletiva por SMS para determinadas tarefas de casa. Desse modo, evita-se a necessidade de Xerox.

– Provas. Os professores poderão fazer testes instantâneos com os alunos usando os celulares. É uma opção para obter em tempo real o nível de conhecimento da matéria dos alunos.

Evidentemente existem muitas outras opções de uso dos smartphones nas salas de aula. Tudo é questão de escolhas e decisões dos professores, permitindo –sempre com limites- que os alunos possam contar com os seus celulares como complemento de estudo.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui