Universidade chinesa descobre que tanino do vinho combate a covid-19

Foto: Sabor à Vida Gastronomia/Estado de São Paulo

A TVBS, rede de televisão de Taiwan-China, acaba de noticiar que a Universidade de Medicina da China (CMU – China Medical University) divulgou um estudo sobre tratamentos anticoronavírus, que descobriu que os taninos do vinho podem efetivamente inibir a atividade de duas enzimas-chave do vírus

O plano inicial da pesquisa era identificar compostos naturais que possam ter um efeito sobre a SARS, e o tanino se mostrou com uma capacidade inibitória forte sobre o vírus.

Os taninos têm antioxidantes e eliminadores de radicais livres, que têm efeitos anti-inflamatórios. Segundo o presidente da CMU, que lidera a pesquisa, Mien-Chie Hung, os taninos podem prevenir a infecção e controlar o crescimento dos vírus.

Ele explicou que os taninos podem ser desenvolvidos como uma droga para o tratamento farmacêutico no futuro.

Os taninos são facilmente encontrados em frutas como uvas e bananas, bem como em chá , vegetais e no vinho, onde aparece em alta concentração.

Hung acredita que o consumo de alimentos e bebidas com taninos também é uma forma de aumentar a imunidade ao vírus.

Lembrem apenas que o vinho ajuda, mas não é vacina.

___________
Fonte: Veja Rio

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui