UNEB coordena na Bahia maior programa do governo federal de atenção ao idoso

A UNEB foi escolhida para coordenar na Bahia o projeto-piloto do Plano Técnico de Articulação de Rede de Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa (Plantar), iniciativa da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH), do governo federal.

Por meio do Plantar, a UNEB vai empreender esforços, com apoio do estado e de municípios baianos, para a construção de uma agenda comum de trabalho, visando o desenvolvimento de ações de valorização da pessoa idosa, além de estabelecer mecanismos para organização, fortalecimento e integração dos serviços locais voltados para esse segmento, conforme as diretrizes do Estatuto do Idoso e da Rede Nacional de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Renadi).

O projeto teve início no final do ano passado, com outras duas células em Goiás e Rio de Janeiro. Na Bahia, o Plantar começou a ser articulado em janeiro de 2011, e as ações do plano devem ser implementadas já no próximo mês.

Capacitação
Na última semana o pró-reitor de Pós-Graduação (PPG) da universidade, José Cláudio Rocha – coordenador do Plantar na UNEB –, foi um dos conferencistas do curso de capacitação e fortalecimento da rede de promoção e defesa dos direitos da pessoa idosa, que foi realizado na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Goiás pela coordenação do programa no estado.

O pró-reitor apresentou o tema Declaração Universal dos Direitos Humanos, enumerando os desafios do país no combate à desigualdade social, no enfrentamento da violência estrutural e na construção de uma proposta de desenvolvimento sustentável e de uma cultura de respeito aos direitos humanos.

Segundo o gestor, o contato com a PUC de Goiás possibilitou o alinhamento de alguns procedimentos do Plantar, possibilitando a troca de informações sobre acertos e desacertos do projeto.

Mais informações no site www.uneb.br

Serviço
O que: UNEB vai implantar no estado programa de atenção ao idoso do governo federal.
Quando: início das ações em abril de 2011.
Onde: em todo o estado da Bahia.


Fonte: Ascom da UNEB

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui