UNEB: Após audiência pública, Câmara vai entregar Carta de Intenções ao governador Rui Costa

UNEB: Após audiência pública, Câmara vai entregar Carta de Intenções ao governador Rui Costa. Fotos Luciano Pereira

Dezenas de instituições participaram da audiência pública da Câmara de Eunápolis, nesta quarta-feira (15/05), para debater a crise financeira das universidades estaduais da Bahia, o contingenciamento de recursos federais para o ensino superior no país e a construção da sede própria do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT-Campus XVIII) para continuar atendendo a quase 500 estudantes de Eunápolis e Costa do Descobrimento com maior dignidade.

Promovida pela Câmara de Vereadores e pela instituição de ensino superior, o evento reuniu, além de parlamentares municipais e o diretor do Campus, Wilson Araújo, vários estudantes da Uneb, coletivos de representação popular da juventude, representantes de órgãos do governo do estado, conselho de educação, órgãos de segurança, sindicatos, trabalhadores rurais e movimentos sociais no auditório Laedson Maia.

“Quero destacar o papel relevante e a importância da UNEB para a qualificação da nossa juventude”, disse o presidente Jorge Maécio, na instalação do ato quando discorreu sobre a problemática que se abate sobre o ensino de 3º grau no país, que está levando, segundo ele, “ao sucateamento das universidades em todo o Brasil”.

Com relação notadamente à Uneb, ele considerou o momento “oportuno para o debate”, no intuito de pautar as reivindicações para revitalizar o Campus XVIII e levar a Carta de Intenções, produzida ao final do evento, ao governador do Estado e ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). “Por isso aceitamos este convite da universidade, por meio da sua direção, do seu corpo docente, discentes e técnicos”. Realçou.

Já o presidente da Comissão Permanente de Educação da Câmara, Jurandi Leite (PPS), considerou o ato “um dever do Poder Legislativo de Eunápolis colaborar no debate e na mobilização das forças políticas e lideranças do nosso estado, visando contribuir com esse projeto que é do âmbito do Poder Executivo estadual”. Esclareceu.

MOBILIZAÇÃO

Já o diretor do Campus XVIII, proponente do ato, Wilson Araújo, usou exposição de slides e recursos técnicos para apresentar a trajetória da Uneb na região e apresentar o modelo de construção que está sendo proposta. Araújo destacou a experiência técnica e o trabalho da instituição na cidade em prol da educação superior pública em Eunápolis e na Costa do Descobrimento.

“Já temos o espaço físico da obra, o recurso está disponibilizado a pedido da ALBA, podemos iniciar o processo de licitação imediatamente, mas precisamos de apoio político da sociedade para ir até ao governador e ao secretário de infraestrutura”. Conclamou.

“Temos uma imensa demanda de jovens e adultos por vagas no ensino superior em Eunápolis e na região, como apontam os relatórios do perfil socioeconômico da Bahia e esse público preciso ser atendido, pois esse é um direito de todo cidadão. Por isso, devemos apoiar essa iniciativa consolidando a implantação da instituição”. Concluiu o diretor.

INTERIORIZAÇÃO

Para a professora Célia Santana, representante do corpo docente e do Sindicato dos professores de ensino superior nas universidades estaduais da Bahia, a Uneb tem exercido, historicamente, um papel fundamental na interiorização da educação superior, principalmente devido à ausência de investimentos da União nesse processo. “Essa universidade púbica tem contribuído, com muito sofrimento e luta, para alavancar o desenvolvimento social, econômico, científico e cultural desse território de identidade da Costa do Descobrimento”. Reforçou.

Além do presidente da Câmara, do diretor da UNEB e dos vereadores Jurandi Leite e Arthur Dapé, compuseram a mesa da audiência pública o presidente do Conselho Municipal e Diretor do IFBA, Fabíolo Amaral, a estudante Carolina Lima, representante dos estudantes da Uneb Campus XVIII, o Tenente PM Elder Araújo, representando a 7ª Companhia de Polícia.

Para dar continuidade ao debate, uma comissão da Câmara de Vereadores está programando uma visita técnica ao governo do Estado para entregar a Carta de Intenções que foi gerada no final da manhã desta quarta-feira (15/05) e assinada por mais de 350 participantes e interessados nos seus resultados.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui