TUDO COMEÇA EM VOCÊ

“Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte. Mesmo no riso o coração pode sofrer, e a alegria pode terminar em tristeza.”  (Provérbios 14.12-13)

Não há pior maneira de errar do que errar tendo certeza de que se está certo. Nessa condição vamos mais longe do que deveríamos, nos tornamos intransigentes, cegos e surdos para os sinais que nos dizem que estamos erramos. E aí podemos chegar a uma distância comprometedora de possibilidades. Nem sempre pensamos nisso. Mas é bom pensar. Pecadores correm este risco.

Ser enganado pelo próprio coração é humano e bastante comum. Por isso Provérbios nos adverte. Mas viver repetidamente sendo enganado pelo próprio coração é insensatez. É tolice e imaturidade. E que Deus nos livre de que seja sinal de maldade. Nenhum de nós está livre de enganos, somos falhos! Mas nenhum de nós precisa ser maldoso.

Podemos nos enganar porque nossa visão da vida é limitada – não temos todos os dados. Podemos nos enganar porque somos incapazes de ver com clareza o que está diante de nós. As vezes algo que está claro aos olhos dos outros, nós ignoramos. Os sinais estão claros, as evidências podem ser vistas por todos, mas as vezes nós mesmos não vemos. Isso acontece!

Como cristãos temos o privilégio de estar sob a ação do Espírito Santo. Se em lugar de vê-lo como uma fonte de poder, desfrutarmos sua atuação como o Parakletos Divino, o Ajudador, Aquele que veio para nos guiar e auxiliar; se formos mais humildes e em lugar de grandeza buscarmos humildade; se em lugar de estarmos prontos a jugar, estivermos prontos a acolher; receberemos graça para superar os enganos que vem de dentro e trilhar caminhos que levam a vida e não à morte. Muito mais nossas tristezas terminarão em alegria, do que nossas alegrias, em tristezas.

Pessoas cheias do Espírito Santo não são altivas, apressadas, faladoras. São humildes, pacientes e serenas. Suas palavras são poucas, mas sempre boas. O olhar delas não é julgador, é calmo e assertivo. Mesmo quando é firme, é cativante. Suas atitudes são amorosas. Elas lembram o Evangelho enquanto vivem. São pequenos evangelhos andando por aí.

Depender apenas do nosso coração não é a única opção. Podemos ser guiados pelo Deus que nos ama e tão bem nos conhece. Podemos ser melhores cada dia e, na medida que o tempo passar, poderemos ser mais sábios. Mas nada disso é para os grandes. É para os frágeis, pequenos, quebrantados. Para todos que queiram vencer a si mesmos, que reconhecem o inimigo que mora dentro, em lugar de fazer dos outros seus inimigos. Isso é para os que esperam em Deus.

Que você se saia muito bem em lidar consigo mesmo. De certa forma, tudo começa em você. Que em você comecem mais reconciliação que divisão, pacificação que confusão, encontros que distanciamentos. O coração é enganoso, mas Deus sabe como cuidar dele e pode nos ajudar. Busquemos a Deus, de todo coração, para que o nosso coração não se torne um perigo para nós e para os outros.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui