Tortura, estupros e denúncias: Polícia Civil comenta casos em Teixeira

A sede da Delegacia Espacializada de Atendimento à Mulher (Deam). Fotos: Elizeu Portugal/OSollo

Em coletiva de imprensa, a coordenadora regional de Polícia Civil, dr.ª Valéria Chaves, e a delegada titular da Delegacia Espacializada de Atendimento à Mulher (Deam), a dr.ª Viviane Scofield, explicitaram casos que repercutiram na cidade Teixeira de Freitas. As recentes prisões envolveram crimes de tortura, estupro e um aumento considerável nas denúncias de estupro.

Duas delegadas da Polícia Civil de Teixeira concederam coletiva nesta segunda-feira, dia 28

Além dos esclarecimentos acerca do caso do pastor e psicólogo que abusava sexualmente de suas pacientes, as delegadas citaram ainda que já ocorreram mais de outras 10 denúncias. Conforme entrevista, o que foi observado pelas autoridades é que, apesar de estupros sempre terem ocorrido, as mulheres têm se empoderado a ponto de levarem as situações para a delegacia.

Segundo a dr.ª Valéria Chaves, o ano de 2018 foi marcado por um número elevado de denúncias e prisões por cumprimentos de mandados e em flagrante envolvendo crimes sexuais. “Resolvemos colocar para a imprensa de Teixeira e região para conhecer um pouco o trabalho que vem sido desenvolvido pela Deam, uma vez que é um crime hediondo, delicado contra a liberdade sexual da mulher“, disse.

Tortura

A dr.ª Viviane declarou que várias investigações estão em curso e a Deam tem trabalhado com afinco em observância às violências doméstica e sexual. Em 2019, foram já quatro mandados cumpridos.

Tatiana Ferreira da Costa foi presa nesta segunda-feira, dia 28. Foto: Divulgação

Um dos que mais chamou a atenção foi decorrente de decisão condenatória expedida pelo Juiz de Direito Antônio Santana Lopes Filho. Tatiana Ferreira da Costa foi presa acusada de ter praticado tortura contra criança que, à época, tinha 06 anos de idade.

O fato chegou ao conhecimento da Polícia Civil através de uma ocorrência registrada em 2003, em residência da Fazenda Santa Clara, na área da Bahia Sul, onde a autora trabalhava como caseira. A criança era filha de outra mulher que ia até à Fazenda pegar lenha.

Também foram presos neste ano: Romário de Jesus Soares, por ter estuprado e engravidado a sua enteada no ano de 2012, e Isac Ribeiro Farias, que já cumpre pena no presídio local por violência doméstica.

A Deam está situada na rua Santa Bárbara, s/n, bairro Bom Jesus.

Telefones úteis:

  • DISQUE DENÚNCIA: 181
  • DISQUE DIREITOS HUMANOS: 100

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui