“Tenho o direito de me defender”, diz pastor presbiteriano Augustus Nicodemus sobre porte de armas

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou este mês um decreto que facilita a posse de armas de fogo. O texto estabelece flexibilidades para a efetiva necessidade de possuir arma de fogo em casa. O tema virou motivo de debates no meio evangélico, com manifestações a favor e contra.

O reverendo presbiteriano, Augustus Nicodemus Lopes, um dos teólogos mais respeitados do Brasil, abordou o assunto em um vídeo da série “Perguntar Não Ofende”, publicado no canal da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia no YouTube.

“Eu creio que o porte de arma não é anticristão”, disse Augustus Nicodemus

Questionado se é certo um cristão portar arma de fogo, o pastor foi enfático ao afirmar que a Bíblia não impõe restrições: “Se a lei do país permitir, sim. Eu não vejo qual seria a dificuldade com isso. No Antigo Testamento, a defesa própria, defesa da vida, era algo que era previsto pela lei”.

Uma lei dizia que se um homem for apanhado, de noite, entrando na casa de outro, e o dono da casa para se defender, matar aquele homem que está invadindo, então ele não será culpado do sangue daquele homem. Ou seja: era permitido a você tirar vida em legítima defesa”, acrescentou.

Muitos fiéis – e até pessoas de fora do cristianismo – trazem o capítulo 6 do evangelho de Lucas para contrapor a visão de que é permitido ao seguidor de Jesus portar arma de fogo, já que orientou os discípulos que amassem os inimigos. Sobre esse argumento, Nicodemus apontou o contexto: “Eu creio [que o porte de arma] não é anticristão. Aquilo que Jesus falou de você amar os inimigos tem a ver, no contexto cristão, com os inimigos do cristianismo: aquelas pessoas que me perseguem, ofendem, por causa do cristianismo”, esclareceu.

4 COMENTÁRIOS

  1. Esse pastor apoia o uso de armar de fogo para cristão.

    *Vamos ver o que Jesus diz:*

    “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes *e inofensivos como as pombas.”*
    (Mateus 10:16)

    Se o SENHOR JESUS quer que sejamos inofensivos, pra quê diacho um pastor vai defender o porte de armas? Para autodefesa?

    “Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, *oferece-lhe também a outra;*
    E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, *deixe que leve também a capa;”*
    (Mateus 5:39,40)

    Ainda que seja permitido por lei o porte de arma, o cristão não deve portar armas, levando em consideração as palavras de Jesus, mencionadas acima. E podemos somar com o que o apóstolo Paulo disse:

    “Todas as coisas me são lícitas, *mas nem todas as coisas convêm que eu faça…”*
    (1 Coríntios 6:12)

    • Só se esqueceu do óbvio, Jesus é filho de Deus, se ele morrer (como aconteceu!) o seu pai pode simplesmente ressuscita-lo, agora sobre esta ótica nós só temos uma vida, sendo assim, respeite meu direito à legítima defesa e pare com essa mentalidade NAZISTA/FASCISTA/DITATORIAL de controle de armas!

      Se vc não gosta de armas e não quer ter uma, simples… NÃO COMPRE! contudo, respeite meu direito de ter uma, pois sabemos muito bem que o BANDIDO não respeita a lei, sendo assim, criar mais leis não resolverá o problema, visto que QUEM cria as leis anda com SEGURANÇA ARMADO! (pq será?)

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui