Teixeira: Ministra do Meio Ambiente inaugura base Arboretum

Município sai na frente com programa de preservação ambiental pautado no Novo Código Florestal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A manhã desta quinta-feira (13/11) pontuou Teixeira de Freitas como referencial na discussão de políticas ambientais, ação que trará repercussão nacional. Com a presença das mais altas autoridades ambientais, incluindo a Ministra do Meio Ambiente dos Recursos Hídricos da Amazônia Legal, Izabella Teixeira, houve a inauguração da base Arboretum, representando a solidificação do Programa Arboretum de Conservação e Restauração da Diversidade Florestal. Os fundamentos do Programa estão diretamente relacionados com o Novo Código Florestal (Lei nº 12.651/12).

Dada a grandeza do momento, o evento de inauguração da base Arboretum reuniu, na própria base, o procurador-geral de Justiça do Estado da Bahia, Márcio José Cordeiro Fahel, o secretário de Meio Ambiente do Estado da Bahia, Eugênio Spengler, o prefeito de Teixeira de Freitas João Bosco Bittencourt, o diretor substituto do Serviço Florestal Brasileiro, Marcus Vinícius da Silva Alves, o superintendente do Ibama no Estado da Bahia, Célio Costa Pinto, o promotor de Justiça Regional Ambiental de Teixeira de Freitas Fábio Fernandes Corrêa, a diretora do Campus X da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Minervina Joseli Espíndola Reis, o diretor de Fomento e Inclusão do Serviço Florestal, Raimundo Deusdará Filho e o gerente da Unidade de Segurança e Meio Ambiente da Fundação José Silveira, Luiz Roberto Reuter.

Logo no início, o promotor de Justiça Fábio Fernandes fez uma explanação sobre o Programa Arboretum, explicando que trata-se de um modelo interinstitucional que atua em uma estratégia de reunião de fatores para pesquisa, extensão e normatização, num ciclo que vai desde a coleta de sementes, produção de mudas, passando por plantios para conservação, restauração e uso sustentável, até os monitoramentos. O Programa conta ainda com estrutura de suporte técnico e logístico. O grande objetivo do Programa Arboretum é a conservação, restauração e valorização da Mata Atlântica. “Este é um programa estruturante, para produção de conhecimentos científicos e ações práticas”, salientou o promotor Fernandes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em sua fala, o prefeito João Bosco demonstrou-se um entusiasta das questões ambientais e ressaltou a importância de ações práticas para recuperação e preservação do meio ambiente, citando iniciativas bem sucedidas, como os Corredores Ecológicos. “Estamos muito felizes por termos uma iniciativa desta grandeza em nosso município, sabemos e queremos fortalecer os ideais de preservação, pois cuidar do meio ambiente é respeitar a vida”, disse João Bosco.

A ministra Izabella Teixeira elogiou a postura do prefeito para com as questões ambientais e lembrou que quando as iniciativas deste teor recebem este tipo de acolhimento por parte dos gestores municipais, o sucesso está garantido. Ainda de acordo com a ministra, as pessoas estão vivendo um período de amadurecimento de conduta e disse “nós vivemos num país em que existem muito mais pessoas fazendo o certo, do que fazendo o errado e precisamos parar com esta valorização do negativo, temos muitas coisas boas para valorizar, temos pessoas com ações conscientes para o meio ambiente, temos um código florestal que merece servir de modelo para o mundo”, narrou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A base inaugurada é parte integrante da estrutura física do Programa Arboretum, que conta com setor administrativo, herbário, carpoteca, xiloteca, laboratório de sementes, câmaras de armazenamento de sementes, viveiro, espaço de oficinas, jardim sensitivo e arboreto. A realização do Programa é do Ministério Público do Estado da Bahia, do Serviço Florestal Brasileiro, Uneb, Fundação José Silveira, Embrapa, Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora), Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Instituto Federal Baiano (IF Baiano), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Secretaria do Meio Ambiente do Governo da Bahia e Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA).

 

 

 

Fonte: Ascom da prefeitura

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui