Teixeira de Freitas tem saldo positivo na geração de emprego pelo quarto mês consecutivo

Município obteve saldo positivo de 227 entre contratações e demissões de carteira assinada em novembro

Foto: Wesley Morau

Teixeira de Freitas apresenta saldo positivo na criação de vagas formais de trabalho pelo quarto mês consecutivo em 2020, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O relatório mais recente, relativo a novembro e divulgado nesta quarta-feira (23), aponta 654 admissões e 427 desligamentos, uma superação em 227 vagas criadas, ou 1,27% a mais do que no mês de outubro.

O bom resultado do mês passado foi encabeçado sobretudo pelos setores de: Comércio (+169) e Serviços (+38). A área de Construção foi a única com desempenho negativo, com -24.

Meses anteriores

A criação de postos formais de trabalho em Teixeira de Freitas começou a sofrer quedas mais bruscas em abril, com saldo negativo em -417; enquanto, em março, o resultado foi -2.

As demissões continuaram superando as contratações durante: maio (-350), junho (-142) e julho (-26).

A retomada do emprego com carteira assinada começou em agosto, com saldo positivo de +52. Em seguida, foram registrados: em setembro, +252, e, em outubro, +189.

De acordo com o Painel de Informações do Caged, de janeiro a novembro, o saldo ainda é negativo: -402. No acumulado do ano, Teixeira mantém um estoque* de 20.461 empregos.

Outras cidades

Em comparação com outras grandes cidades do estado, considerando o acumulado do ano até novembro, Teixeira ainda apresenta um saldo melhor que:

  • Porto Seguro: -3.874 (estoque de 23.446);
  • Ilhéus: -1.197 (estoque de 24.634)
  • Itabuna: -1.144 (estoque de 37.452);

Já Eunápolis tem saldo de -174 (estoque de 18.316). Feira de Santana tem -275 (estoque de 111.483)

Vitória da Conquista tem saldo positivo de 482 empregos formais (estoque de 62.087).

*Entende-se por estoque, neste texto, a diferença entre a quantidade de empregos formais em 1º de janeiro e a evolução mensal de acordo o saldo.

Sobre o Caged

O Caged informa, mensalmente, a movimentação do emprego assalariado celetista. Descreve, portanto, uma parcela do total de pessoas que trabalham.

Este Cadastro Geral serve como base para a elaboração de estudos, pesquisas, projetos e programas ligados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que subsidia a tomada de decisões para ações governamentais.

É utilizado, ainda, pelo Programa de Seguro-Desemprego, para conferir os dados referentes aos vínculos trabalhistas, além de outros programas sociais.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui