Teixeira de Freitas registra 50 novos casos de covid-19 nesta quinta-feira(6); veja dados da BA

Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas informa que houve registro de 50 novos casos positivados. Até o momento, são 13.952 casos confirmados. Destes, 96 são considerados ativos. Até o momento, são 207 mortes. A taxa de letalidade em Teixeira de Freitas é de 1,48%, em relação aos casos confirmados. Nossa taxa de recuperação é de 97,82%, são 13.649 recuperados.

Ocupação de Leitos

De acordo com o último censo de ocupação de leitos, feito nesta tarde, são 15 pacientes internados em leitos para tratamento da Covid-19 no HMTF e Hospital de Campanha de Teixeira de Freitas, sendo 5 clínicos e 10 na UTI, representando 67% de ocupação de UTI. Na UPA, de acordo com última atualização feita, são 07 internados. Na UMMI estão 6 pessoas internadas na enfermaria.

Na rede privada são 19 internados, 11 na enfermaria e 08 na UTI, representando 100% de ocupação de UTI. A quantidade de leitos de UTI da rede privada é flexível, visto que alguns leitos são reservados para realização de cirurgias. Sendo no total: 47.

Casos na Bahia

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.471 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 3.139 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (6) também registra 83 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. Dos 920.422 casos confirmados desde o início da pandemia, 885.369 já são considerados recuperados, 16.073 encontramse ativos e 18.980 tiveram óbito confirmado.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 18.980, representando uma letalidade de 2,06%. Dentre os óbitos, 55,57% ocorreram no sexo masculino e 44,43% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,68% corresponderam a parda, seguidos por branca com 21,98%, preta com 15,37%, amarela com 0,44%, indígena com 0,12% e não há informação em 7,40% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 64,15%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,54%).

Acesse AQUI o boletim completo da Sesab.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui