Teixeira de Freitas: Grande concerto finaliza II Encontro de Cordas do ICED

Com plateias lotadas, música de primeira qualidade e vivências únicas, foi finalizado no sábado, 11, o II Encontro de Cordas do Instituto de Cultura, Educação e Desenvolvimento (ICED), promovido com o objetivo de aprimorar o ensino técnico da música erudita e proporcionar novas experiências aos pequenos músicos do Iced e projetos sociais convidados.

Sobre a vivência junto ao ICED, o decano do Instituto de Artes, Humanidades e Ciências da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Francesco Lanciotti Júnior, publicou em sua página na rede social Facebook: “Em três meses, morando em Teixeira de Freitas, já tive o prazer de contemplar mais boa música do que em toda a minha vida. Parabenizo e agradeço à equipe do Iced Teixeira por isso”.

Somente quem participou dos concertos, que aconteceram de quarta a sábado, ou viu de perto a felicidade e empolgação das crianças e adolescentes que tiveram aulas com professores da Filarmônica de MG, da Orquestra Juvenil da Bahia, do Conservatório Nacional de Assunção/Paraguai, conhece o verdadeiro sucesso do II Encontro.

“Nós viemos para aprender música, mas também aprendemos muita coisa sobre pessoas”, as palavras são de Reinam Dias, 18 anos, do projeto Dona Flora, desenvolvido há cerca de dez anos no município de Alcobaça/BA. Para ele, a “convivência, novas amizades, o aprendizado sobre novos instrumentos e ter conhecido professores de outros locais” foram os grandes êxitos do II Encontro. Kayllane Lopes Carvalho, 11 anos, do projeto Orquestrando Futuros/Teixeira de Freitas, explicou que “pessoas diferentes, de outros lugares, ensinam de um jeito diferente, então a gente sempre aprende mais um pouco”.

Os projetos participantes do Encontro somaram a presença de mais de 300 estudantes nas atividades pedagógicas e artísticas desenvolvidas. Orquestrando Futuros/Teixeira de Freitas, Dando Corda para Paz e Bem/Teixeira de Freitas, Dona Flora/Alcobaça, Orquestra de Trancoso e o Núcleo de Projetos Orquestrais da Bahia (Neojiba), são projetos que têm em comum a utilização da música como instrumento para a transformação social. Desde cedo, as crianças são despertadas para a sensibilidade e harmonia que transborda da música para a vida, um exemplo disso é Samuel Pereira Santos que aos 5 anos de idade tem como atividade que mais gosta de fazer “tocar violino”.

Professores como Giammaria Palacio, Eber Soares, Vanessa Chavez, do Paraguai, Moises Pena e João Carlos Ferreira, da Filarmônica de Minas Gerais, Filipe Vital, Alan Resedá, Cassio Bittencourt e Gileard Teixeira do Neojibá, mais do que proporcionar a aprendizagem técnica da música renovaram a fé de cada participante sobre a realização dos sonhos. No concerto de abertura, Moisés Pena, da Filarmônica de Minas Gerais, comentou “Eu vim de periferia, o que aconteceu aqui hoje para eles aconteceu comigo anos atrás”. Segundo ele, “um ditado muito certo diz que o artista é igual o talento mais o trabalho, acredito muito nisso – talento vocês já têm”.

O II Encontro de Cordas do ICED, que reuniu nacionalidades diferentes, grupos diferentes, faixas etárias diferentes, deixou como lição a todos os participantes, professores, estudantes e plateia, o legado da solidariedade e da harmonia. A professora paraguaia Vanessa Chavez garantiu “o nível musical deles subiu 100% em relação ao ano passado, mas o que foi incrível de ver foi o apoio da população, ter concertos lotados, com centenas de pessoas”. A arte musical erudita, depois de contagiar centenas de pequenos aprendizes, está tomando conta da sociedade teixeirense e foi uma das razões do sucesso do II Encontro.

Realizado pelo ICED, em parceria com o governo municipal, Igreja Batista Memorial (IBM) e outros apoiadores, o II Encontro de Cordas aconteceu de 8 a 11 de outubro de 2014. Suas atividades pedagógicas foram promovidas no complexo educacional da IBM e os concertos, a cada noite, na Primeira Igreja Batista, Câmara Municipal, auditório do Cetepes (antigo Colem) e IBM – o público espectador superou todas as expectativas.

Fonte: Iced

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui