Teixeira: Acusado de matar fotógrafo é preso

Homem foi preso em flagrante através de uma ação contra o tráfico.

Arma do crime foi encontrada com o criminoso; polícia busca outro suspeito.

Repórter foi morto após reagir a assalto. (Foto: Edvaldo Alves/ Liberdadenews)
O suspeito de matar e roubar o repórter fotográfico José Ferreira Matos Neto, de 22 anos, na noite de sábado (7), no município de Teixeira de Freitas, extremo sul da Bahia, foi preso na manhã desta quarta-feira (11).

Segundo informações da Polícia Civil, três pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas, nesta quarta-feira, por volta das 10h, no bairro Luís Eduardo Magalhães, entre eles o suspeito. Com eles foram encontrados cocaína, 165 trouxas de maconha, 172 pedras de crack, sete papelotes de cocaína, R$ 267 em notas, R$ 40,90 em moedas e nove aparelhos celulares. O acusado de latrocínio tem 23 anos e confessou o crime.

A polícia ainda informou que a arma do crime foi encontrada com ele durante o flagrante. O jovem ainda confessou outro crime, um homicídio no dia 15 de fevereiro, em Teixeira de Freitas, quando ele teria matado um homem por causa de uma dívida de drogas.

Sobre o latrocínio, a polícia busca mais um envolvido, que seria um adolescente. O suspeito preso responderá por tráfico de drogas e porte ilegal de armas, além dos dois homicídios.

Crime

O repórter fotográfico foi morto enquanto aguardava um amigo para fazer a cobertura de um evento em Teixeira de Freitas.

Segundo a polícia, a vítima pensou que arma usada pelo suspeito era de briquedo e foi morto com um tiro na cabeça, ao reagir ao assalto. O crime ocorreu por volta das 22h, no bairro de São Lourenço.

De acordo com informações do Núcleo de Procedimentos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, a vítima, que estava em uma motocicleta, conversava com a irmã do amigo, em frente à residência, quando foi abordada por dois suspeitos.

“Eles chegaram de bicicleta e o abordaram com uma arma. Durante o assalto, a arma teria falhado na primeira tentativa de disparo. Então, a vítima achou que a arma era de brinquedo e reagiu. Foi aí que os bandidos atiraram novamente atingindo a cabeça dele, que veio à óbito no local”, relatou Carlos Eduardo Gonçalves, delegado do Núcleo de Procedimentos. A mulher que estava com ele não foi atingida.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos levaram a moto, que foi encontrada na manhã de domingo (8), em um bairro próximo ao local do crime. “A moto foi abandonada e a Polícia Militar a achou perto de uma lagoa”, disse Cléber Gonçalves.

 

 

 

Fonte: Cássia Bandeira e Danutta Rodrigues/G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui