TCU aprova relatório de ministro que indica irregularidades nas contas de 2015 de Dilma Roussef

alt

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) nesta quarta-feira (15), de forma unânime, o relatório do ministro José Múcio Monteiro, que indica indícios de até 24 irregularidades presentes nas contas de 2015 da presidente afastada Dilma Rousseff. Ela terá até 30 dias para se defender no caso. Em seguida, o TCU volta a se reunir para discutir o parecer que será enviado ao Congresso Nacional, sugerindo a aprovação, aprovação com ressalvas ou reprovação das contas do ano passado. Entre os possíveis problemas está o atraso nos repasses para bancos públicos de recursos que seriam destinados ao pagamento de programas sociais. A prática foi chamada de pedaladas fiscais e embasa o pedido de impeachment contra a petista. Os atrasos também foram identificados nas contas de 2014 e justificaram a recomendação do TCU ao Congresso Nacional para rejeitar as contas de Dilma naquele ano.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui