Suzano celebra Dia do Papeleiro com máquina de papel modernizada e melhorias na performance de produção e qualidade

Além da Manutenção, a empresa estabeleceu robusto conjunto de treinamento às equipes envolvidas na produção de papel ao longo do ano

Unidade Suzano em Limeira. Foto: Divulgação

A Suzano celebra o Dia do Papeleiro, comemorado em 20 de setembro, com melhorias em sua unidade em Mucuri, no sul da Bahia. No primeiro semestre de 2020, a Máquina de Papel passou por uma modernização, cujos resultados já são observados na produção. As cortadeiras Will e Folio e embaladeiras também passaram por manutenção geral e os operadores tiveram treinamentos técnicos, de segurança, liderança, qualidade e excelência operacional. Foram mais de 5 mil horas de treinamentos para cerca de 130 colaboradores que atuam na área da Máquina de Papel e Acabamento.

“A modernização traz benefícios como a estabilidade operacional e aumento da velocidade da máquina, impactando positivamente a performance.  A expectativa de aumento na produção acabada total da Máquina de Papel para o próximo ano será ampliada após esse processo de modernização”, destaca Eduardo Pironi, consultor de produção da Máquina de Papel.

As marcas produzidas na unidade de Mucuri são a Paperfact, Report, Copimax, One e Magnum.

Desde 1993, a Máquina de Papel da Suzano, em Mucuri, já recebeu diversas atualizações. Uma das mudanças mais marcantes é a conversão do papel ácido para papel alcalino, , realizada em 1998. A última mudança aconteceu em 2018, com o projeto de instalação da caixa de alto vácuo na Máquina de Papel para ganhar 2 pontos percentuais no teor seco, que traz melhorias na performance da máquina.

Capacitação dos papeleiros – Os avanços são compartilhados com os colaboradores. De maio a junho deste ano, os mais de 130 operadores da área de Máquina de Papel e Acabamento passaram por capacitação. Eles participaram de treinamentos técnicos, operacionais, qualidade, segurança, BomSenso (5S), TPM, Excelência operacional e Liderança colaborativa. Tendo como plano de fundo um dos direcionadores de cultura da Suzano, “Gerar e Compartilhar Valor”, o foco é aprimorar a execução do trabalho por meio do aprendizado contínuo, conectando o desenvolvimento dos colaboradores à realidade do negócio.

Sobre a Suzano – A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui