SIMPLESMENTE ASSIM

Alegria é a canção das horas com que Deus te afaga
e o desperta para um novo amanhecer.
Em toda parte, desabrocham flores por sorrisos da natureza e o vento penteia a cabeleira do campo com música de ninar. A água da fonte é carinho que umedece o coração da terra e o próprio grão de areia, inundado de sol, é mensagem de alegria a falar-te do chão.
Não permita, assim, que a tua dificuldade se faça
tristeza contaminando os outros.
Ainda mesmo que tudo pareça conspirar contra a felicidade que aspira, ergue os olhos para a face risonha da vida que te rodeia e alimenta a alegria por onde passa. Abençoa e auxilia sempre, mesmo por entre lágrimas. A rosa oferece perfume sobre a garra do espinho e a alvorada aguarda generosa, que a noite cesse renovar-se, diariamente, em festa de amor e luz.
Tenho aprendido com o tempo, que a felicidade vibra na freqüência das coisas mais simples.
Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma pra brincar, são essas imensas coisas pequenas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano.
Como o toque bom do sol quando pousa na pele…
A doçura contente de um cafuné sem pressa.
Os instantes em que repousamos os olhos em olhos amados…
O cheiro de terra. O cheiro de chuva… Essas coisas. Outras coisas. Todas, simplesmente assim…

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui