Serviço

“Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.” (Mateus 5.16)

Brilhe a luz de vocês diante dos homens. Somos chamados a ser protagonistas do Reino de Deus. A agir de modo que Deus seja visto entre nós. Isso significa sermos fonte de inspiração para a fé, para a vida com Deus. Para uma vida que honre o Criador e Dono de todas as coisas. A minha e a sua luz devem brilhar. Todos temos talentos e todos podemos fazer coisas boas, belas e admiráveis. Todos podemos encantar de alguma forma, podemos ajudar e mudar situações. Podemos mudar realidades. Jesus está nos chamando a colocar nosso potencial a serviço do Reino e a usar nossos talentos para a glória de Deus. Mas não se trata de algo feito para Deus diretamente, pois Ele é Deus! Ele nos dá todas as cosias e é a fonte que nos supre. Ele não precisa de algo que temos ou podemos fazer. Trata-se de fazermos algo para nosso próximo. O nosso próximo precisa de algo que temos e podemos fazer! Podemos servir a Deus servindo a ele.

Servir é o segundo caminho por onde podemos fazer nossa luz brilhar, para que as pessoas vejam nossas boas obras e glorifiquem nosso Pai que está nos céus. Seguir a Jesus é matricular-se na escola que fará de cada um de nós servos. Essa é a identidade preferida de Jesus. Veja suas palavras aos seus discípulos: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Mt 20.25-28). E para ensinar isso, Jesus protagonizou um dos momentos mais tocantes do Novo Testamento ao pegar uma toalha e uma bacia e lavar os pés dos discípulos. E depois perguntou: vocês entenderam o que eu acabei de fazer? E então concluiu: “Vocês me chamam ‘Mestre’ e ‘Senhor’, e com razão, pois eu o sou. Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros.” (Jo 13.12-14).

Você é servo? As pessoas veem em você um servo, uma serva? Você está disponível para ajudar? Seus dons estão sendo usados para o bem das pessoas, para que sua igreja funcione melhor e mais pessoas sejam alcançadas pelo amor de Deus? É fundamental que esteja. Mas não só isso: é preciso cuidado para que esteja sendo movido pela razão certa. Pois não se trata apenas de estar servindo, mas de fazermos isso por amor. Por amor a Deus e às pessoas. Ainda que receba salário ou alguma retribuição pelo que faz, sua razão deve ser o amor. E talvez seja até mais difícil se recebe algo! Mas não há negociação. Se somos cristãos precisamos ser servos. Se não estamos aprendendo a servir, nossa luz até pode estar brilhando, mas não para a glória de Deus. E por fim não valerá a pena. Terminaremos pobres e vazios. Ore e peça a Deus que o Espírito Santo lhe ensine a servir. Almeje ser como Jesus: apenas um servo. Deixe sua luz brilhar por meio do seu serviço. Sirva por amor e para a glória de Deus. Aprender a amar as pessoas servindo. Esta é a verdadeira vida cristã.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui