Ser empresário em Porto Seguro é uma escolha corajosa

Luigi Rotunno, Diretor Geral Grupo Imoplanet/La Torre Resort
Ser empresário em Porto Seguro é uma escolha difícil que muitas pessoas decidiram tomar. Os empresários enfrentam, todo dia, inúmeros problemas para sobreviver em nossa cidade, lutando, sem descanso, para manter o próprio estabelecimento aberto. Não quero falar só do setor gastronômico ou hoteleiro, mas do comércio em geral: do vendedor ambulante que fica horas na balsa para vender o seu estoque de latinhas, da vendedora de “empadas maravilhosas” que, fiel a ela mesma, percorre filas de carros oferecendo o seu produto; da vendedora de coco, com cabelos brancos e rosto cansado, que deveria estar aposentada há tempo. Refiro-me, também, aos recém-chegados que abriram uma lanchonete ou uma loja de roupas. Porto Seguro é uma cidade cheia de empresários corajosos!

Costuma-se dizer que um empresário que sobrevive em Porto Seguro pode viver em qualquer lugar do mundo; essa afirmação tem um fundo de verdade. Como cada grupo, o do empresariado tem os seus oportunistas e desinteressados, mas essas atitudes também devem ser respeitadas. Afinal ninguém avisou que abrindo uma empresa em Porto Seguro você deveria colocar postes de luz, ajudar em calçamentos de ruas ou na construção de postos de saúde.

A função do empresário é criar empregos e renda, essa é uma grande responsabilidade que pesa mais que qualquer outro tipo de cobrança. Os empresários são a única solução para o crescimento econômico da nossa cidade, por esse motivo essa classe deve fortalecer-se, crescer e unir-se para ser competitiva, consolidando-se em parcerias de sucesso. Chega de pensar que ser empresário significa ter dinheiro! Ser empresário significa ter dividas!

Sabemos que o empresário é cobrado por todos os lados, e isso não está certo; talvez seja um dos motivos que o fazem sumir dos eventos públicos. É só o empresário aparecer na rua, que recebe alguma cobrança. Gostaria de saber a quem o empresário pode recorrer, quando tiver dificuldade? Onde ele vai pedir ajuda? Com certeza não adianta cobrar as pessoas às quais emprestou dinheiro, dinheiro porque não vai receber mesmo! Antes de criticar o empresário, dizendo que “não sabe e não quer saber”, é preciso entendê-lo. O empresário está preocupado com seu negócio e trabalha enfrentando os problemas mais básicos, para não entrar em colapso.

O sonho que as pessoas tiveram chegando a Porto Seguro, para a maioria delas, virou pesadelo, uma vez realizado. Todos nós sabemos disso. Ser empresário deve permanecer uma postura orgulhosa e não algo do qual queremos nos esconder. Caso contrário vamos acabar com o comércio e a cidade.

O insucesso de nossos eventos deve ser entendido; as responsabilidades, na maioria das vezes, são compartilhadas. Não podemos exigir de Porto Seguro o que não é. Existem ideais e conceitos que ainda precisam amadurecer para existir. Esta é a logica de um crescimento econômico e social de uma cidade como a nossa. Entender em qual tipo de mercado estamos atuando e conhecer a força do empresariado, são regras básicas para um bom profissional.

Empresários, não desistamos! Vale à pena correr atrás dos nossos sonhos e lembrem-se do bem necessário que representamos para a sociedade. Afinal, não existe ato mais louvável do que criar um emprego.

Para isso temos que ser corajosos!

Luigi Rotunno

Diretor Geral grupo Imoplanet/La Torre Resort

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui