Seminário discute a fiscalização ambiental em Ilhéus

Foto: Secom

A prefeitura de Ilhéus, através da secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, realizou, na última quinta-feira, 16, no auditório do Centro Administrativo, o Seminário Vivências Interdisciplinares em Direitos Socioambientais (VIDA), que teve como palestrante de abertura professor doutor do curso de Direito da UESC, Guilhardes Júnior. O evento contou com as presenças do vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal, do Superintendente Municipal de Meio Ambiente, Emílio Gusmão, e a chefe de Fiscalização de Meio Ambiente, Elionay Menezes.

À tarde, a palestra foi conduzida por Júlio Rocha, pós doutor em Direito Ambiental e vice- diretor da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBa). Durante o evento, o vice-prefeito José Nazal fez uma avaliação sobre a importância da preservação e do cuidado com as nossas matas, rios e mananciais, pontuando a grave crise hídrica que o município enfrenta.

Foto: Secom

Além disso, foi abordada a capacitação dos servidores que trabalham com o serviço de fiscalização ambiental. Segundo Nazal, um dos graves problemas que Ilhéus enfrenta, nesse contexto, éa incapacidade de fiscalizar. “Nosso objetivo é capacitar os servidores, oferecer condições de trabalho com instrumentação e com veículos para que possamos atender ao que estiver acontecendo, tornando Ilhéus uma cidade mais bonita, mais ordeira e mais agradável de viver”, declarou.

O Superintendente de Meio Ambiente, Emílio Gusmão, chamou à atenção para nossa Mata Atlântica e a beleza danossa costa. De acordo com Gusmão, Ilhéus é uma cidade merecedora de atenção e cuidados, e, com isso, o objetivo do governo é, justamente, capacitar os agentes para coibir os crimes ambientais. Elionay Menezes, chefe de fiscalização, afirmou que levantamentos e estudos estão sendo realizados para melhor relocar famílias que há muito tempo foram notificadas e continuam morando em áreas de preservação, além de outras infrações. “A pasta busca instruir e dar apoio aos servidores, para que eles venham trabalhar com mais eficácia”, destacou Elionay.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui