SAC Digital alcança 4,9 milhões de serviços prestados à população em 2020

SAC Digital alcança 4,9 milhões de serviços prestados à população em 2020. Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O SAC Digital fechou o ano passado com números expressivos. A plataforma de serviços eletrônicos do Estado alcançou a marca de 4,9 milhões de serviços prestados à população em 2020. O desempenho é o resultado da parceria entre Secretaria da Administração (Saeb) e Prodeb que juntas investiram no SAC Digital, uma ferramenta tecnológica capaz de prestar atendimento virtual com agilidade, segurança e praticidade. A demanda também foi impactada pela pandemia de covid-19, que impôs redução do atendimento presencial na Rede SAC e em outras unidades do Governo.

“O SAC Digital foi uma importante alternativa para o atendimento presencial, que foi reduzido pela pandemia. Mas a performance da plataforma também foi impulsionada pelo aumento da oferta de serviços, ampliação da capacidade de atendimento e investimento em tecnologia”, explicou o secretário da Administração, Edelvino Góes.

Digital

O balanço anual da plataforma demonstra que o total de serviços digitais prestados à população alcançou a marca de 3,4 milhões, entre janeiro e dezembro de 2020. Entre os serviços mais procurados estão Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo Eletrônico (CRLV-e), o RG Expresso, primeira via de CPF, matrícula na rede estadual de ensino, dentre outros. Estes são serviços prestados de forma 100% eletrônica, sem a necessidade do solicitante se deslocar presencialmente até um órgão público.

Já os serviços semipresenciais prestados pelo SAC Digital totalizaram 1,4 milhão em 2020. Nesta modalidade, uma parte do serviço é realizada na plataforma eletrônica e a outra parte é concluída em uma unidade da Rede SAC. Entre os mais procurados de 2020 estão: emissão da carteira de identidade, expedição da CNH (habilitação), pagamento de IPVA e outros.

Somadas as duas modalidades, o SAC Digital alcançou a marca expressiva de 4,9 milhões de serviços no ano passado. Atualmente, o SAC Digital oferece 348 tipos de serviços, sendo que 35 são totalmente digitais, quando o usuário realiza todo procedimento pela intenet, utilizando um computador, um tablet ou até mesmo um celular.

O SAC Digital foi lançado pela Saeb em 2018, em parceria com a Prodeb. Naquele ano, a decisão foi investir na tecnologia, seguindo a tendência mundial da transformação digital e passando a oferecer serviços e atendimento online. Diversos tipos de serviços, públicos e privados, estão migrando para internet, em todo mundo, como instituições bancárias, vendas de varejo, alimentação, transporte.

A plataforma iniciou com apenas oito serviços, para fazer uma transição devagar e a população se acostumar com a mudança de paradigma. Em dezembro de 2019, o SAC Digital iniciou o processo de expansão da oferta de serviços. Seu primeiro grande teste foi participando na matrícula da rede estadual de ensino para o ano de 2020, que possuía um público total de cerca de 800 mil alunos.

Desde então, não parou de expandir sua capacidade, colocando diversos outros serviços à disposição da população. No meio deste processo de crescimento veio a pandemia, aumentando a necessidade de oferecer serviços online para a população, como alternativa ao atendimento presencial suspenso.

Usuários

Com uma maior oferta de serviços e a redução do atendimento presencial, a procura pela plataforma disparou. O SAC Digital saiu de 249 mil usuários, em 2019, para 2,3 milhões cadastrados apenas no ano de 2020. A demanda também teve um crescimento exponencial, saltando de 972 mil serviços realizados na plataforma, nos doze meses de 2019, para os 4,9 milhões alcançados entre janeiro e dezembro de 2020.

O SAC Digital acabou ganhando reconhecimento pela qualidade dos serviços prestados via internet. Plataforma eletrônica de serviços do Estado foi um dos aplicativos móveis de prestação de serviços públicos mais bem avaliados do Brasil, pelos usuários de smart phones. A informação consta na pesquisa realizada pelo Grupo de Transformação Digital dos Estados e Distrito Federal (GTD.GOV), em 2020, que comparou os aplicativos mantidos pelos governos estaduais e do Distrito Federal.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui