Rotary Club e lojas maçônicas promovem campanha de doação de sangue em Teixeira de Freitas

Imagem: Divulgação

Entre os dias 21 e 26 de novembro, acontece a 11ª edição da campanha de doação de sangue promovida pelo Rotary Club e lojas maçônicas ao Hemoba de Teixeira de Freitas.

O “Dia D” da campanha será no sábado, 26 de novembro, um dia após a comemoração do Dia Nacional do Doador de Sangue no Brasil (25). Entre os objetivos da ação, estão: fidelizar doadores, contribuir com a reposição dos estoques do banco de sangue.

O endereço do Hemoba Teixeira de Freitas é rua Massanori Nagao, nº 355, Centro. É importante realizar agendamento através do telefone (73) 3011-2739. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.

De acordo com o Hemoba, para doar é necessário:

  • Estar em boas condições de saúde e pesar acima de 50 kg;
  • Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional;
  • Ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal.  
  • Pessoas com mais de 60 anos só poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos;
  • Homens podem doar até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias entre as doações e mulheres podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias entre as doações.

É recomendado para o dia da doação:

  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
  • Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • Não fumar por pelo menos 2 horas.

São impedimentos temporários para doar:

  • Se você estiver gripado, resfriado, com febre, espere 15 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Estar grávida;
  • Período pós-gravidez (90 dias para parto normal e 180 dias para parto cesariano);
  • Período de amamentação (durante os primeiros 12 meses);
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impede a doação);
  • Ter feito exames/procedimentos endoscópicos nos últimos 6 meses;
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis; aguardar 12 meses.

São considerados impeditivos definitivos para doar:

  • Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatite B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.
Imagem: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui