Projeto Nascentes do Mucuri lança série documental com histórias da comunidade tendo o rio como protagonista

Projeto Nascentes do Mucuri lança série documental com histórias da comunidade tendo o rio como protagonista. Foto Divulgação

Iniciativa apresenta os emocionantes relatos de cinco personagens

Iniciativa da Suzano, Projeto Nascentes do Mucuri lança na próxima segunda-feira (20) uma série documental com histórias que mostram como a relação do rio com as pessoas vai muito além de suas margens. O material reforça a importância do Rio Mucuri para as comunidades que o rodeiam com os emocionantes depoimentos de cinco personagens. As histórias serão lançadas semana a semana, até o final de junho, e ficarão disponíveis no site do projeto.
O Mucuri, que é um dos principais rios do Brasil, alimenta uma diversidade de vidas e de histórias por onde passa. Na série, o rio, localizado entre os estados de Minas Gerais e Bahia, é protagonista das histórias que correm com o tempo, passando de geração em geração essa intensa relação. Da cabeceira dos rios ao desemboque das águas, a pescadora Madalena, o raizeiro Otacil, o compositor Dácio, o produtor rural Daniel e o marisqueiro Tapuia contam as memórias retratando o ambiente em que vivem e o convívio com o Mucuri, onde construíram suas próprias histórias.
Para Yugo Matsuda, Gerente de Meio Ambiente da Suzano, a série retrata de forma emocionante aquilo que o rio significa para toda a comunidade. “Nós sabemos da importância do Mucuri para os moradores de seu entorno e isso nos motiva a expandir cada vez mais a atuação do projeto”, ressalta. O projeto Nascentes do Mucuri, idealizado pela Suzano, promove atividades que estimulam a proteção das nascentes do rio e das milhares de histórias que foram construídas em seu curso. A iniciativa conta com parcerias do setor privado, ONGs, órgãos do governo e pessoas físicas. Desde seu início, em 2017, já chegou ao marco de 408 nascentes em recuperação e mais de 11.150 pessoas mobilizadas.
Para saber mais, acesse: https://www.nascentesdehistorias.com.br/

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

1 COMENTÁRIO

  1. A iniciativa é de inestimável valor histórico e de gratidão dos longínquos desbravadores desde sua foz até sua nascente, do velho Mucury!! Parabéns!! Suzano!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui