Preso o lavrador que estuprava a enteada desde os 9 anos

A vítima era abusada desde os 9 anos
Teixeira de Freitas –  Embora o Conselho Tutelar da Comarca de Teixeira de Freitas já investigasse a prática, por meio de denúncias de vizinhos do Assentamento de Reforma Agrária Bela Manhã, onde o acusado mora com sua família, policiais militares da equipe do tenente-coronel Antônio Barbosa Neto prenderam logo após a criança confessar os abusos do padrasto, o lavrador Eraldo Silva Boaventura, 41 anos.

A descoberta só foi possível porque a menina, hoje com 13 anos, confessou à sua mãe os abusos que sofria do padrasto durante um momento de reação e raiva, quando ele tentava lhe bater com uma correia de pneu, porque estaria com ciúmes da menina que havia começado a andar na companhia de um primo com a sua mesma faixa etária.

A garota disse à Polícia que desde a idade dos 9 anos o seu padrasto lhe abusava sexualmente, e que no dia que ele lhe tirou a virgindade, a sua mãe teria ido para Eunápolis resolver um problema escolar. E desde esta época, que o homem lhe submete a atos sexuais, sempre quando sua mãe estava trabalhando ou no rio cuidando dos afazeres. E ainda lhe fazia ameaças psicológicas dizendo que mataria ela e sua mãe, caso contasse algo para alguém do que corria entre eles.

A própria mãe da criança abusada foi quem chamou a Polícia quando soube do crime. Ela morava maritalmente com Eraldo há 10 anos, tendo ido para companhia dele quando a vítima tinha apenas 3 anos de idade.

Preso na sede da 8ª Coorpin em Teixeira de Freitas, Eraldo Silva Boaventura, 41 anos, nega a autoria do crime de estupro de vulnerável agravado, pelo qual foi enquadrado.

Fonte: Athylla Borborema / Teixeira News

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui