Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia é homenageado em Porto Seguro

Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia recebe homenagem das mãos do prefeito de Porto Seguro. Fotos: Ascom

Homenagens e boas doses de emoção marcaram a passagem do presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Lourival Almeida Trindade, por Porto Seguro, dia 19 de agosto. A programação da visita oficial foi iniciada às 15 horas, no novo Fórum, onde – acompanhado do prefeito Jânio Natal; do vice, Paulinho Tôa Tôa; da presidente da Câmara, Ariana Felberg; vereadores, secretários e lideranças locais – ele assinou o Termo de Cessão do prédio do antigo Fórum, na praça ACM, para a Prefeitura de Porto Seguro.

Em seguida, o prefeito percorreu com a comitiva algumas ruas do Centro da cidade, antes de chegar à Câmara Municipal, onde o presidente do TJ foi homenageado com o título de cidadão porto-segurense e a Medalha 22 de Abril, que agracia personalidades que contribuem com o desenvolvimento da Terra Mãe do Brasil. De acordo com a presidente Ariana, a indicação para o título foi assinada por todos os vereadores e aprovada por unanimidade. Após entregar a condecoração da medalha ao desembargador, o prefeito afirmou que é uma honra muito grande receber aqui a autoridade máxima do Judiciário baiano.

O chefe do Executivo elogiou a conduta do desembargador à frente do cargo e assegurou que a Prefeitura dará o destino certo para o antigo Fórum, um patrimônio público, que estava abandonado. “O maior currículo de V. Excia. é poder encarar a Bahia, o Brasil e a cidade onde nasceu o nosso Brasil, sem qualquer mácula”. Jânio Natal convidou o presidente do TJ para passar o Réveillon em Porto Seguro e fez questão de mencionar a presença dos índios Pataxó. “Não podemos fazer qualquer ação, sem homenagear aqueles que Cabral encontrou aqui quando aportou”.

Lourival Trindade declarou que foi “às lágrimas”, ao ouvir as mensagens dirigidas a ele pelo prefeito Jânio Natal. “Me emocionaram muito suas palavras de improviso, falando com o coração. E quando se fala com o coração, a verdade prevalece. Tenho certeza que você conseguirá realizar obras e mais obras nessa cidade maravilhosa”. O desembargador se disse muito comovido de tocar o solo de uma cidade abençoada como Porto Seguro. Ele também fez referência à presença dos indígenas e agradeceu pelo colar de pérolas ofertado a ele pelo cacique Fred, da Aldeia Mirapé. “Essas homenagens serão guardadas para sempre no meu coração”, enfatizou.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui