Prefeitura de Mucuri inaugura passarela de acessibilidade e entrega cadeira anfíbia

A inclusão está sendo promovida de diferentes maneiras no município. Fotos Ascom

Com a presença de secretários, imprensa, empresários e comunidade, o prefeito de Mucuri dr. Carlos Simões inaugurou na manhã deste sábado, 22 de fevereiro, a passarela de acessibilidade, ao lado do monumento ‘Eu amo Mucuri’ – vale lembrar que este cartão postal da cidade foi revitalizado e está muito lindo!

A passarela, construída pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Turismo e Cultura, irá democratizar o acesso de todos à praia. Passando entre as dunas e a restinga, também fomenta a preservação ambiental.

Além da passarela de acessibilidade, na ocasião, ocorreu a entrega da cadeira anfíbia, que faz parte do projeto Praia para todos, cujo objetivo é garantir acessibilidade às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida que frequentam a praia do centro, por meio do uso de cadeira de rodas anfíbia, própria para banho.

O momento reuniu, ainda, pessoas que tiveram a oportunidade de desfrutar o banho de mar com dignidade e respeito, sendo um momento que emocionou a todos.

Dona Rosiane Matias, mãe do cadeirante Carlos Júnior, de Itabatã, relatou o que sentiu ao ver o filho, alegre, na cadeira anfíbia, sentindo as ondas: “Não tenho nem como explicar, estou muito emocionada. Agora, mudou tudo, vou poder trazer ele mais vezes à praia. Eu agradeço não só em meu nome, mas em nome de todos os cadeirantes de Mucuri, foi um gesto muito bonito”.

Durante o carnaval, o projeto funcionará na Passarela da Acessibilidade, na Área de Eventos, das 9h ao meio-dia e das 13h às 16 horas. Haverá uma equipe multidisciplinar disponível para dar todo o suporte necessário.

“O carnaval de Mucuri é a festa da inclusão, com eventos para crianças, idosos, todos os públicos. E as praias de Mucuri também precisam ser para todos, por isso, estamos muito felizes com essas duas ações, foi emocionante conduzir o senhor Osvaldo pela passarela e ver a felicidade nos olhos dele por ver que algo foi feito para que tivesse maior mobilidade”, disse dr. Carlos.

E o senhor Osvaldo também aprovou a ideia: “A acessibilidade, pra mim, foi excelente, porque tive a possibilidade de voltar a tomar banho no mar, são 20 anos sem entrar no mar e isso me fazia muita falta; hoje, graças a Deus, estou aqui na praia”.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui