Prefeitura de Itabela paralisa atividades em protesto

Diversos Municípios do Brasil estão organizando uma paralização no dia 30 de agosto para chamar atenção do congresso nacional

Prefeitura de Itabela paralisa atividades em protesto
Imagem: Ascom

A Prefeitura de Itabela irá aderir nesta quarta-feira (30), a paralisação das atividades em decorrência dos cortes realizados no FPM realizados por prefeituras de diversos estados brasileiros.

O movimento tem a intenção de sensibilizar e chamar atenção do governo federal e do Congresso Nacional para a situação financeira dos municípios.

Um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostra que 51% dos municípios brasileiros estão no vermelho, gastando mais do que arrecadam.

O prefeito Luciano Francisqueto destacou que está inviável a situação atual dos municípios. “Os Prefeitos de todo o Brasil estão sofrendo, sem recursos e com paralizações em diversos setores, além do corte no FPM, recurso das emendas parlamentares, trazendo as prefeituras para o vermelho, vamos agir dentro da legalidade para chamar a atenção dos poderes e do congresso nacional, na situação atual é insustentável balancear as contas, correndo risco de prejudicar os servidores do município, e isso não iremos aceitar. Vamos nos mobilizar junto a Confederação Nacional dos Municípios e fazer com que a nossa voz seja ouvida, pois os servidores que trabalham diariamente e se dedicam para manter as cidades operando não podem ser prejudicados, este movimento é acima de tudo para que a população e os serviços básicos prestados não sejam interrompidos nem sofram prejuízos”, declarou o prefeito.

Uma das causas é a queda de 23,54% no FPM, o represamento de emendas parlamentares. O levantamento da CNM mostra ainda que o número de municípios devedores aumentou cinco vezes no primeiro semestre deste ano com relação ao mesmo período do ano passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui