Prefeito de Itabela, Luciano Francisqueto, recepciona o juiz Dr. Heitor Awi que reassume a comarca no município

Foto: Célio Marinho

Na manhã desta segunda-feira, 03, o prefeito Luciano Francisqueto, vereadores, secretários e seus assessores estiveram reunidos no Fórum de Itabela para recepcionar o retorno do Juiz de Direito Dr. Heitor Awi Machado de Attayde. Atualmente é Juiz Titular da 2ª Vara Criminal de Eunápolis e foi designado pelo Tribunal de Justiça para atuar na Comarca de Itabela.

Vale lembrar que o Juiz de Direito Dr. Heitor Awi Machado de Attayde já atuou em Itabela quando na época foi transferido para Itamaraju como publicou o Diário do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia no dia 06/08/2013 com promoção pelo critério de merecimento e por unanimidade, para a 1ª Vara Criminal da Comarca de Itamaraju. A ida de Dr. Heitor para Itamaraju foi uma promoção pessoal e de engrandecimento à sua carreira.

O prefeito Luciano Francisqueto se prontificou em ajudar no que for possível como já vem fazendo e recentemente oficializou em dedicar atenção especial com funcionários já cedidos pela Prefeitura e manutenções necessárias ao Prédio da Comarca de Itabela. Segundo o prefeito: “estou feliz e tenho certeza que todos estão felizes porque  sem dúvida quando o Dr. Awi atuou em Itabela deixou um legado positivo e que agora dará o melhor de si e principalmente em organizar o Fórum de Itabela” concluiu.

O retorno do Juiz Dr. Awi para Itabela vem no momento importante porque o município há anos está sendo injustiçado porque está praticamente sem juiz e promotor. Mas, a união da OAB, a Sociedade, Entidades, o Executivo e o Legislativo Municipal empreenderam esforços através de campanhas e palestras no sentido de não deixar que a Comarca de Itabela fosse desativada como era previsto por uma suposta lista com os municípios ameaçados de terem os fóruns extintos pelo Tribunal de Justiça (TJ) da Bahia.

A ideia do Tribunal de Justiça (TJ) da Bahia é que a demanda das comarcas do interior, a exemplo de Guaratinga e Itabela uma vez desativadas fossem absorvidas pelo vizinho município próximo, Eunápolis.

Segundo o Dr. Heitor no primeiro momento tomará as medidas prioritárias que é conduzir os processos da área cível, com atendimento ao público. A exemplo de questões de pensão alimentícia, separação, cobranças, entre outros. Falou também em julgar processos que estão para encerrar, diminuir as filas, são números que acabam trazendo estatística negativa, julgar extintos processos que a parte não demonstrou mais interesse.

Explicou que o próximo passo é digitalizar todos os processos que restarem. Dia 10 uma equipe do Tribunal de Justiça virá à Comarca para auxiliar o treinamento da digitalização desses processos.

O Dr. Heitor Awi falou à imprensa que “está ansioso para entrar no Cartório, botar a mão na massa pra gente identificar as prioridades. Temos certeza que faremos um bom trabalho. Só que gera um pouco de preocupação pela falta de recursos. Mas por outro lado a gente fica tranquilo no sentido de que nós temos muitas pessoas torcendo pelo sucesso disso” concluiu.

Por fim, agradeceu pela receptividade e disse ainda que se sentiu muito feliz e em casa!

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui