Prado: Projeto Cuidar se torna referência em saúde pública

Prado: Projeto Cuidar se torna referência em saúde pública. Fotos: Ascom

O mutirão de saúde do “Projeto Cuidar” superou todas as expectativas de satisfação da população. O sentimento do povo pradense sobre o Projeto Cuidar foi de gratidão. Para seu Enedino, o atendimento está maravilhoso. “Eu moro no interior do município e estou achando uma beleza”, disse o paciente que estava precisando de ultrassom e conseguiu realizar o exame durante o mutirão.

Prefeita Mayra Brito

Esse mesmo sentimento é compartilhado por centenas de pacientes que foram atendidos pelo Projeto Cuidar, que tem o objetivo de trazer ainda mais saúde, cuidado e atenção para população, além de ampliar o atendimento de especialidades médicas e procedimentos cirúrgicos para a comunidade pradense.

O mutirão que aconteceu de sexta a domingo (22 a 24 de novembro), na praça do Palácio do Turismo contou com a realização de mais de 1500 atendimentos de especialidades médicas como: urologia, pediatria, neurologia, ortopedia, dermatologia, ultrassonografia, cardiologia, cirurgias e eletrocardiograma. E a expectativa de mais de 3 mil atendimentos de serviços odontológicos durante os 15 dias de atendimento com as duas carretas, além de vacinação e aferição de pressão arterial e glicemia.

Junto com a realização do mutirão, no Hospital Municipal de Prado, estava acontecendo o mutirão de cirurgias eletivas com aproximadamente 100 procedimentos realizados nos últimos 3 dias.

A prefeita Mayra Brito foi acompanhar de perto a humanização do serviço. “Reduzir o tempo de espera e atender – e bem – todas as pessoas, porque prevenir é sempre o melhor remédio e demonstra a preocupação e a responsabilidade do município com o nosso povo e a soma de tudo isso demonstra o impacto do que estamos fazendo para cuidar bem dos pradenses”, destacou a prefeita.

Durante o mutirãom centenas de  profissionais de saúde envolvidos, como: médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, odontólogos, e equipe de logística da secretaria de saúde, contribuíram para a revolução no serviço de saúde no município.

A coordenadora da Atenção Básica, Neralice Fernandes destacou a organização e humanização durante o atendimento. “As unidades básicas de saúde realizaram o trabalho de triagem dos pacientes para o mutirão. Assim que eles chegam, recebem uma pulseira com a especialidade da triagem e uma senha para organizar os atendimentos.”, explicou.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui