Porto Seguro: Prefeitura anuncia monitoramento eletrônico e iluminação

A prefeita Claudia Oliveira, o vice-governador e secretário de Infraestrutura da Bahia, Otto Alencar, e o Robério Oliveira, secretário de Planejamento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao embarcar para Salvador, na manhã deste sábado, 29 de março, o secretário de Planejamento de Porto Seguro, Robério Oliveira, anunciou que a prefeita Cláudia Oliveira firmou convênio com a Secretaria de Segurança Pública do Estado para implantação do Sistema de Monitoramento Eletrônico por Câmaras de Segurança instaladas por toda a cidade de Porto Seguro.

“A implantação do sistema de monitoramento já está autorizado pelo Estado e serão instalados de 35 a 50 pontos de observação nos locais mais críticos”, arrematou Robério. Vamos utilizar toda a estrutura disponível para ajudar na segurança da população e dos visitantes, destacou ele.

Também no sentido de ampliar a segurança, a Prefeitura de Porto Seguro firmou acordo para aplicação do Programa “Eficiência Energética”, que vai iluminar toda a entrada da cidade. Serão 300 luminárias que vão criar um verdadeiro túnel de luz.

O sistema de iluminação vai utilizar lâmpadas de vapor metálico de 400 W que emitem luz branca, possibilitando melhor visibilidade. Também, com recursos próprios, aPraça das Pitangueiras vai receber 40 novas luminárias de LED de alta potência, criando a sensação de luz do dia. Será a primeira vez, no interior da Bahia, que o sistema de iluminação de LED será empregado na iluminação pública.

O Programa Eficiência Energética já foi licitado devendo utilizar cerca de 200 luminárias de LED em outros pontos da cidade. A iluminação começa a ser implantada no prazode dez dias, conforme informou a COELBA, “obedecendo ao novo traçado da duplicação das pistas e do trevo da BR 367” como garantiu o secretário de Planejamento, Robério Oliveira.

Finalmente, ele lembrou que todas essas conquistas foram solicitadas por Cláudia Oliveira quando ela ainda era deputada estadual e encaminhou o pedido ao Vice-Governador e secretário de Infraestrutura do Estado, Otto Alencar. “O programa aguardava apenas a duplicação da pista para ter início”, concluiu o secretário.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui