Porto Seguro celebra os blocos de rua na sexta noite do Carnaval Cultural

A terça-feira de Carnaval, 28, foi uma mistura de ritmos e sons, alegria, descontração e brincadeiras, onde até mesmo a criançada caiu na folia. Um mar de gente invadiu a avenida para celebrar o Carnaval de rua com O Bloquinho, que cumpriu muito bem a missão de resgatar a cultura dos blocos de ruas, dando grande destaque para a presença de famílias e grupos de amigos, fantasiados das formas mais criativas que você possa imaginar.

Em um Carnaval democrático como o de Porto Seguro, os “baixinhos” também não poderiam ficar de fora. O bloco Farrinha trouxe para a avenida personagens do mundo da imaginação das crianças, além de muito algodão doce, pipoca e a alegria contagiante do público infantil. Muitos pais e mães se sentiram crianças por um dia, onde a brincadeira e a descontração tomaram conta do desfile.

Outro importante bloco resgatou, e de forma primorosa, a cultura afro de Porto Seguro. O bloco Brasil Chama África apresentou-se brilhantemente, com belas fantasias, muita ginga e celebrou o Carnaval ao som de batuques e atabaques com a alegria e o gingado que só a cultura afro possui. Outro ponto alto do desfile foram as fantasias feitas com material reciclado, destacando a conscientização para a reciclagem no mundo atual.

E como já é tradicional de todas as terças-feiras de Carnaval em Porto Seguro, o bloco Barguncetes trouxe as brincadeiras e a irreverência de sempre para a avenida, com homens vestidos de mulher e vice-versa. Sem corda, gratuito, com muita energia e arrancando sorrisos por onde passou. Por fim, o bloco As Mascaradas, com o charme e a beleza de suas fantasias, finalizou a noite do Carnaval Cultural de Porto Seguro.

Outros blocos desfilaram em várias partes da cidade, como: o Trivelinha, os Folhas, o bloco da Geladeira e o BAMUPS. Para saber mais da programação do Carnaval Cultural de Porto Seguro, acesse: www.portosegurotur.com/verao.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui