Polo Industrial de Teixeira de Freitas tem atraído interesse de mais empresas

Polo Industrial de Teixeira de Freitas tem atraído interesse de mais empresas. Fotos: Ascom

O prefeito dr. Marcelo Belitardo, recebeu na tarde desta quarta-feira(24) representantes de uma empresa de bebidas interessados em levar suas instalações para o Polo Industrial Municipal, ampliando assim a sua capacidade de distribuição na região. Para o Prefeito Marcelo Belitardo, a ampliação de uma empresa representa o crescente fortalecimento da economia local, gerando mais empregos e renda no município.

“A cada nova empresa que se firma no Polo Industrial, toda a cidade ganha. A população vê crescer as chances de emprego e renda e todo o comércio sente a movimentação positiva da economia”, comentou a diretora de Desenvolvimento Econômico, Empresarial e Turismo, Maxsoely Brito, que também esteve presente na reunião.

Como a empresa necessita de uma área bem maior do que a oferecida pelo Polo Municipal, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Turismo do Município fará a interlocução entre a empresa e a SDE/BA, a qual administra o Polo Industrial Estadual, enviando o requerimento e toda a documentação necessária para abertura de processo administrativo objetivando a outorga de uso de área de propriedade do Estado da Bahia.

Por que Investir em Teixeira de Freitas?

Nosso município tem provado em seus 35 anos de emancipação seu potencial e dinamismo econômico sendo, a oitava maior cidade do estado, ocupando posição de destaque no ranking das maiores cidades do interior da Bahia.

Centro pujante do extremo sul baiano, cada vez mais ganha visibilidade na mídia nacional em função do agronegócio, do comércio, indústria, serviço e principalmente pelo fato de seu crescimento econômico ser em média igual ou acima da média do crescimento nacional. De excelente localização geográfica, nosso território é atrativo, tanto para nossas cidades vizinhas quanto para os estados do Espirito Santo e de Minas Gerais, que também são seduzidos pela diversidade de serviços oferecidos e pela proximidade de operações de suas empresas na Bahia.

Teixeira de Freitas destaca-se ainda no turismo de negócios e eventos, além de ser o portal de entrada para a Zona Turística – Costa das Baleias através do Aeroporto 9 de maio e por um comercio de economia representativa que abastece os 13 municípios do território do extremo sul baiano.

Outro traço importante do perfil de Teixeira de Freitas é o empreendedorismo e o espírito inovador do empresariado local, além da consciência de que se deve maximizar e priorizar o aproveitamento dos recursos e a identidade local. Atenta a esta realidade, a Administração Municipal não tem medido esforços para o desenvolvimento de nossa cidade. E uma das grandes iniciativas de gestão atual é o fomento à instalação de indústrias, visando suscitar a geração de emprego e o aumento da renda para a população teixeirense.

 Polo Industrial Municipal de Teixeira de Freitas

A Prefeitura de Teixeira de Freitas, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, buscando tornar Teixeira cada vez mais competitiva, oferece incentivos por meio do PRODETEF – Programa de Desenvolvimento Econômico de Teixeira de Freitas criado pela Lei 548/2010 e 817/2010, para a instalação de novos empreendimentos e ampliação dos existentes, localizados ou não no Polo Industrial, estimulando o setor produtivo e buscando a geração de emprego e renda.

O programa tem como objetivo fomentar o desenvolvimento socioeconômico do Município, por meio de incentivos e ações voltadas aos setores da Indústria, Comércio e Prestação de Serviços.

E o Polo Industrial Municipal tem sido um grande incentivo para a instalação de novas industrias ou expansão das já existentes. O Polo Municipal é hoje uma realidade, onde em sua 1ª fase, encontra-se com 34 empresas, destas, 31 com escritura em mãos, 10 estão em plena atividade, 21 com projetos e obras em andamento e 3 em processo de escrituração do terreno.

Vale ressaltar que as empresas que não cumprirem com os compromissos, deveres e prazos que são de 2 anos, conforme Lei 548/2010, acarretará na reversão do imóvel ao patrimônio do município.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui