Policlínica Regional apresenta procedimentos e traz orientações importantes aos pacientes

A apresentação foi conduzida pela diretora-geral Lizandra Amim. Fotos: Elizeu Portugal/OSollo

Inaugurada no fim do ano passado, a Policlínica Regional de Saúde do Extremo Sul divulgou novos dados expressivos à imprensa acerca de atendimentos e novos procedimentos oferecidos. O encontro com os jornalistas foi intermediado pela diretora-geral Lizandra Amim na tarde dessa quarta-feira (08).

Lizandra comemorou o balanço positivo alcançado entre novembro de 2017 e julho de 2018. Além dos resultados apresentados, ela ainda orientou todos os usuários sobre os atendimentos, como, por exemplo, os que precisam de sedação. “A gente pede que seja reforçada sempre a importância dos horários [chegar 30 minutos antes], quanto do preparo para os exames. Importante também a atualização do telefone, caso tenha perdido ou o número tenha trocado”, ressaltou.

A Policlínica localizada em Teixeira de Freitas foi a primeira inaugurada pelo Governo do Estado

Outras orientações são que os laudos dos exames da USG, endoscopia e ergometria sejam entregues imediatamente ao paciente, que sempre sejam levados os exames anteriores (EDA, USG, Mamografia).

Atualmente, a Policlínica oferta 16 especialidades, mais quatro de Suporte de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT). São 23 profissionais médicos e uma média de 300 atendimentos por dia. Alguns exames estão iniciando neste mês de agosto, outros, serão em setembro, como o de colonoscopia e o tratamento Pé Diabético. Os serviços que ainda não são ofertados, por conta da dificuldade em trazer profissionais especialistas, são ecocardiografia e as consultas com cardiologista e neurologista.

Na unidade, foram investidos R$ 23 milhões, entre construção, equipamentos e mobiliário

O crescimento das vagas ofertadas aos 13 municípios consorciados, desde a sua inauguração, foi também compartilhado pela direção da Policlínica. No mês passado, foram 7.567 vagas ofertadas, totalizando 46.016. Um número negativo que chama a atenção é o total de pacientes faltosos: 3.711 tiveram seu procedimento marcado e não compareceram ou desmarcaram.

A Ouvidoria da Policlínica recebeu 488 manifestações: 401 de elogio, 46 solicitações, 32 reclamações, seis pedidos de informação e três sugestões. O balanço positivo foi confirmado por um questionário aplicado aos pacientes pelo Núcleo de Avaliação e Monitoramento da Prestação de Serviços da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). Dos entrevistados, 54% avaliaram o tempo de espera como “muito bom”; 100% de segurança e confiança na equipe de saúde e 74,6% de avaliação geral “muito boa”.

460 mil moradores usufruem do novo atendimento. Sete micro-ônibus fazem a rota entre os municípios participantes

Segundo o diretor assistencial Ronaldo de Toledo, o trabalho feito tem sido de excelência. “Esses dados precisam ser divulgados. A presença da imprensa é muito importante para que essas informações cheguem à toda população de maneira clara, ampla e séria. Essas reuniões devem e vão continuar acontecendo”, comentou.

A Policlínica Regional implantada em Teixeira de Freitas, localizada na avenida Presidente Getúlio Vargas, 1.732, no bairro Bela Vista, atende ainda os municípios de Itanhém, Medeiros Neto, Vereda, Lajedão, Ibirapuã, Caravelas, Nova Viçosa, Mucuri, Prado, Alcobaça, Itamaraju e Jucuruçu. Os atendimentos são marcados com as regulações de cada município. Para dar entrada, é necessário estar munido do Cartão SUS, a guia de solicitação médica e documento de identidade.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui