Pimenta: “diretórios foram tomados da minha mão”

Foto: Bahia Notícias
Conforme foi cobrado pelo diretório estadual do PCdoB nesta segunda-feira (21), o deputado federal Edson Pimenta explicou  o que motivou a sua saída, considerada como “uma surpresa” pelo presidente regional, seu colega de Congresso Daniel Almeida. “Tratei do assunto com a direção nacional, com o presidente Renato Rabelo. Coloquei as minhas insatisfações e a falta de apoio do diretório estadual”, afirmou. O parlamentar fez acusações de que estava sendo preterido na legenda e que teve redutos eleitorais “tomados de sua mão” por correligionários. “Tive 4,7 mil votos em Seabra. Estranhamente, o diretório que sempre foi vinculado a mim foi tomado de minha mão e passado para o grupo do Daniel Almeida. Diversos diretórios criados e articulados por mim acabaram, por pura pressão, apoiando outros candidatos”, atacou. Pimenta indicou que seus redutos eram cortejados com emendas parlamentares da bancada federal , na época, representada por Daniel e Alice Portugal. “É só acessar as contas da última eleição para ver quanto de repasse o deputado [Daniel Almeida] teve e quanto eu tive [repasses da legenda]. Um partido que se diz socialista deveria ter um tratamento mais igual”.

Fonte: Felipe Campos/Bahia Notícias

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui