Petrobras patrocina Orquestra do Descobrimento

A Orquestra Sinfônica do Descobrimento (OSD), situada em Porto Seguro, assinou convênio com a Petrobras, que patrocinará o projeto durante um ano, com possibilidades de renovação. A OSD trabalha com ensino musical e produção cultural e seu público alvo são crianças e adolescentes em situação de risco social. A assinatura do convênio ocorreu no último dia 17 de junho, em Salvador. A entidade, que atende 800 alunos e conta com o apoio da Prefeitura de Porto Seguro, pretende ampliar suas atividades a partir da parceria com a empresa.

Escalada para o sucesso

O patrocínio da Petrobras é fruto de uma articulação que vem sendo construída desde 2009. A OSD, que já foi contemplada mais de uma vez em editais e prêmios do Banco do Nordeste e Ministério da Cultura, já havia tentando apoio da Petrobras. “Acredito que essa conquista é resultado do processo de amadurecimento que vivemos tanto na sala de aula, ensinando música, como na realização de eventos culturais e a Petrobras percebeu isso”, detalha Moana Viterbo Silva, idealizadora da orquestra.

Foram meses de conversa com a empresa que solicitou documentos e dados que comprovassem a eficácia das atividades. A articulação contou ainda com uma visita do Darcles Andrade de Oliveira, Gerente de Comunicação Institucional do Norte e Nordeste da Petrobras. Para os membros da OSD essa visita foi fundamental. “Ele ficou surpreso e satisfeito com o que viu e reiterou o seu apoio a um projeto pioneiro e moderno sendo erguido em Porto Seguro”, detalha Leandro Rodrigues, professor do curso de Violino.

A assinatura do convênio marca uma nova fase para o projeto. “Vamos investir em mais instrumentos, capacitação de nossos professores e na implantação de um núcleo de projetos com a intenção de garantir a sustentabilidade da orquestra”, informa Nândila dos Santos Borges, responsável legal pelo projeto. “Conseguir um patrocínio de uma empresa desse porte, uma das maiores do mundo no ramo petroleiro, é uma conquista e sendo ainda a Petrobras a maior empresa patrocinadora cultural do país”, explica Luciana Oliveira, técnica em projetos da OSD. Somente em 2008, a Petrobras investiu R$ 205 milhões em projetos culturais em variados seguimentos. (Fonte: Petrobras)

Apoio institucional garante continuidade

O sonho de uma orquestra sinfônica no interior da Bahia vem se tornando realidade nos últimos cinco anos, período de existência da OSD, que nasceu no município de Eunápolis. Em 2008, a equipe de trabalho do projeto começou a vislumbrar a idéia de uma orquestra de amplitude regional. Já em 2009, o empresário Gilberto Abade, recém eleito prefeito de Porto Seguro, abraça o projeto e a OSD torna-se uma realidade. Surgia assim o primeiro núcleo da Orquestra Sinfônica do Descobrimento.

Desde então, a OSD vem realizando suas atividades em Porto Seguro e em menos de um ano realizou concertos por toda a cidade, apresentou-se com a Orquestra Juvenil Crescendo de Zurique, Suiça, montou espetáculos e apresentou o “Festival Sons de Natal”. “O apoio do prefeito Abade foi fundamental para que o projeto continuasse e ainda conseguirmos ampliá-lo, sem essa sensibilidade para a questão cultural não estaríamos comemorando essa vitória”, detalha Moana Viterbo Silva.

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui