Parceria da Prefeitura de Itabela com a Funasa e IFBA dá prosseguimento à construção do Plano de Saneamento Básico

Parceria da Prefeitura de Itabela com a Funasa e IFBA dá prosseguimento à construção do Plano de Saneamento Básico. Fotos Ascom

Dando prosseguimento as ações de construção do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), a Prefeitura de Itabela, em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e Instituto Federal da Bahia (IFBA), realizou um evento setorial da programação da execução do PMSB na Loja Maçônica de Itabela, na sede do município, na manhã de terça-feira (19). O evento contou com a participação do prefeito Luciano Francisqueto, vice-prefeito Gedalvo Matos, servidores públicos, imprensa e comunidade em geral.

Durante o evento, a população indicou problemas e soluções para os quatro componentes, que são: água de abastecimento, esgotamento sanitário, drenagem pluvial e resíduos sólidos. Além disso, foram realizadas dinâmicas com a população presente no intuito de absorver informações para serem inseridas no plano. “Então nossa ideia é escutar da comunidade para que a gente coloque no plano quais são os reais problemas e propor as soluções. Estaremos em Montinho e Monte Pascoal para que todo município seja contemplado, não só a sede, pois o plano pertence ao município e é para a população”, frisou o engenheiro ambiental Davi Aquino.

A técnica social do programa PISA/IFBA, Lucilane Oliveira, destacou como acontece a programação dos eventos setoriais. “A gente tem uma metodologia que é uma apresentação, uma sensibilização da população acerca dos quatro componentes do saneamento básico. Fazemos diagnóstico e prognóstico à medida em que a população participante levanta um problema para cada componente e propõe também a solução. Depois desse trabalho, a gente realiza uma dinâmica, onde vamos tentar perceber da população como os componentes estavam no passado, como estão hoje e como a população quer que eles se realizem no futuro”.

Para o secretário de Meio Ambiente, Ednardo de Morais Oliveira, o plano é de grande relevância para o município, em especial para o meio ambiente.  “A importância do plano é para todos os setores, o ambiental principalmente. Questões de esgoto a céu aberto, fossas sépticas, tudo isso causa impacto ambiental. A construção do plano nos quatro componentes está ligado diretamente ao meio ambiente. Hoje é dia de apontarmos diagnóstico e prognóstico, onde a sociedade está representada aqui. Nossa cidade é carente de infraestrutura, então é importante a participação popular nessa construção, que nós começamos a fazer em 2017 e seguiremos até dezembro, para que seja construído um plano objetivo e que represente a real necessidade e demanda do município”.

A organização ainda promoverá o mesmo evento nos distritos de Itabela. “Aproveito para convidar toda a comunidade dos distritos para comparecerem aos eventos setoriais, que serão realizados em Monte Pascoal, no salão paroquial da Igreja Católica, às 8h30 de quarta-feira (20), mesmo dia em que o evento também será promovido em São João do Monte, às 14h, na quadra poliesportiva”, convidou a secretária de Integração Institucional, Emília de Oliveira.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui