PAC 2 contempla R$ 40 milhões para Eunápolis

Eunápolis – O município de Eunápolis acaba de ser confirmado entre os municípios a serem beneficiados pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2. Conforme o programa, serão liberados R$ 40 milhões para obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água do município.

Os recursos, que incluem a implantação do sistema de água do distrito da Colônia, foram anunciados em meados deste ano pelo prefeito Robério Oliveira e pelo governador Jaques Wagner, quando da sua visita a Eunápolis.

A informação é do senador eleito, deputado federal Walter Pinheiro (PT-BA), que esteve recentemente com o prefeito Robério Oliveira tratando da questão. Ao menos 24 municípios baianos estão entre os contemplados pelo processo de seleção de propostas apresentadas na segunda etapa do PAC 2.

“Os recursos são para obras de abastecimento de água, saneamento, drenagem, projetos, encostas e pavimentação, autorizados na semana passada pela portaria Nº 534 do Ministério das Cidades”, disse Pinheiro.

Serão beneficiados os municípios de Alagoinhas, Barreiras, Camaçari, Candeias, Dias d’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Itaparica, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mata de São João, Pojuca, Porto Seguro, Salvador, Senhor do Bonfim, Serrinha, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista.

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

De acordo à portaria Nº 534 do Ministério das Cidades, de 11 de novembro deste ano, o investimento na área de abastecimento de água em Salvador será de R$ 72,7 milhões em obras de “revitalização do Setor R4, incluindo recuperação e construção de reservatórios, ampliação do barrilete de saída do Torre, remanejamento e implantação de linhas tronco nas saídas do Torre e câmara do R4; além de ampliação da capacidade de adução da ETA Principal, compreendendo duplicação de adutora e implantação de reforço da 2ª câmara do reservatório R20, no Bairro Fazenda Grande III, compreendendo a execução de uma câmara baixa de 8.700 m³”.

Ainda na capital, foram selecionadas a 3ª etapa da ampliação da capacidade de adução e automação do Sistema Adutor Principal – Santa Helena/Joanes II e adução da ETA Principal, no valor de R$ 2,72 milhões, e a Atualização do Setor de Abastecimento de Água R-20, no valor de R$ 0,25 milhão.

Feira de Santana e Camaçari irão receber cerca de R$ 30 milhões para ampliação do sistema de abastecimento de água; para o município de Itapé foram destinados R$ 23 milhões para a construção da Barragem do Rio Colônia, na localidade de Estiva de Baixo, que atenderá também ao município de Itabuna.

ESGOTAMENTO SANITÁRIO

Os municípios de Camaçari, Feira de Santana e Jacobina irão receber o maior volume de investimentos na área de esgotamento sanitário da seleção pública de cartas-consulta divulgada pelo Ministério das Cidades, inseridos na segunda etapa do PAC 2.

Para ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Feira de Santana, onde o Estado da Bahia é o proponente, os valores são: de R$ 45,9 milhões para complementação da Bacia Subaé, compreendendo ligações prediais, de rede coletora, estação elevatória e ampliação de uma estação de tratamento de esgoto; e de R$ 14,3 milhões para complementação da Bacia Jacuípe, compreendendo ligações prediais, rede coletora, estação elevatória e estação de tratamento de esgoto.

O Estado da Bahia também é o proponente para a ampliação do SES de Camaçari, que compreende rede coletora, elevatórias, coletores tronco e ligações domiliciliares e intradomiciliares, ao custo de R$ 16,29 milhões. Já para a obra de “Saneamento Integrado Bacia do Rio Camaçari – rede coletora, elevatória, ligações domiciliares, rede de distribuição, ligações domiciliares,de micro e macro drenagem, UH – PMCMV”, o proponente é o próprio município e os recursos são de R$ 143,86 milhões.

O município de Jacobina (cujo proponente é o Estado) aparece na lista da portaria com R$ 31,52 milhões para Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário nas “Bacias 3,4, 6 e 7, compreendendo: rede coletora, ligações prediais, ligações intradomiciliares e trabalho sócio-ambiental”.

Confira a seguir outros municípios e propostas selecionadas no PAC2 referentes à saneamento (proponente entre parênteses):

Alagoinhas (Prefeitura) – R$ 0,35 milhão para Estudo de Concepção, Projeto Básico e Estudos Ambientais para aumento da produção de água, prevendo demanda futura, envolvendo captação, adução, reservação e distribuição.

Barreiras (Estado) – R$ 0,70 milhão para Projeto de ampliação do sistema integrado de abastecimento de água de Barreiras.

Camaçari (Estado)- R$ 0,70 milhão para Elaboração do projeto de Ampliação do Sistema Integrado de Barra do Pojuca.

Candeias (Estado) – R$ 0,30 milhão para Elaboração do Projeto básico de Ampliação do SAA de Candeias.

Eunápolis (Estado) – R$ 0,40 milhão para Projeto de ampliação da rede de distribuição de água de Eunápolis.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui