Obra do muro de arrimo em Caravelas avança para parte final

Obra do muro de arrimo em Caravelas avança para parte final. Foto: Ascom

O gabião (conhecido como cestão) foi construído numa estrutura armada, flexível, drenante, de grande durabilidade e resistência. O muro de arrimo, como também é conhecido, foi produzido com malha de fios de aço recozido e galvanizado, em dupla torção, amarradas nas extremidades e no meio por fios de diâmetro maior.

A execução do projeto desafiou a engenharia para reduzir a força do Rio Caravelas e o avanço sobre as residências dos caravelenses, principalmente, em época de fortes chuvas e de maré grande.

Foto: Ascom

Essa obra aumentou o recuo do Rio Caravelas, que já invadia o passeio de casas e estabelecimentos comerciais, construídos ao longo da região que se estende do Mirante do Cascalho à Praça dos Pescadores.

As dificuldades, além da captação de recursos, aumentaram em razão de o trabalho ser realizado apenas em maré baixa, com serviços executados entre 2 e 3 horas diárias, avançando não mais que 2 metros nos dias favoráveis. A obra tem 2 metros de altura, por 7 metros de largura e mais 630 de cumprimento.

Foto: Ascom

O projeto exigiu a utilização de mais de 500 caçambas trucadas de areia (com 10 metros cúbicos) e outras 430 caçambas trucadas de pedras, extraídas e transportadas dos municípios de Itanhém e Jucuruçu, o que aumentou, consideravelmente, a dificuldade e o custo da obra.

Segundo o Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, “essa é mais uma obra de orgulho e satisfação de ter conseguido mudar pra melhor a vida de tantas pessoas, obrigadas à enfrentar a força da natureza e de ver suas casas, em cada temporada de chuva, invadidas pela água, sem que nada fosse feito, até esse desafio ser enfrentado por nós e, graças à Deus, o resultado está ai”, disse emocionado.

Foto: Ascom

Outras obras

O muro de arrimo não é a primeira das grandes obras realizadas no município. A drenagem na Barra de Caravelas e na Avenida Sócrates Ramos, a revitalização dos ribeiros da Barra e de Barcelona, a construção do Píer da Barra (com mais de 200 metros, mar adentro) estão entre os desafios já superados pela engenharia e pela capacidade da administração municipal de Caravelas de transpor dificuldades, muitos delas, consideradas impossíveis, agora já uma realidade na vida dos caravelenses.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui