O Foco dará vez e voz

O blog “Foco no Poder” foi criado com o seguinte objetivo: “Debater, opinar e compartilhar sobre o contexto político com imparcialidade”. Temos debatido o contexto político buscando a imparcialidade, ouvindo, sobretudo, a voz do povo e emitindo nossa opinião, observando a veracidade dos fatos. De agora em diante o “Foco” vai dar vez aos representantes dos mais diversos segmentos a se manifestarem através de entrevistas ou de opiniões, inclusive, aos poderes constituídos.

Jornalismo investigativo

Em Teixeira existem hoje vários órgãos de imprensa, sendo que os tradicionais estão perdendo espaço para os sites e jornais on-line, inclusive os blogs pessoais (fan page), como é o caso do “Foco”, que hoje tem um grande número de acessos e faz um trabalho opinativo. Alguns desses veículos de imprensa têm feito o jornalismo investigativo visando passar a notícia de acordo como os fatos se apresentam, deixando que o eleitor forme sua opinião.

Erros a serem evitados

Existem dois erros que os políticos cometem e que comprometem a carreira política. O primeiro deles são as promessas não cumpridas, porque passa ao eleitor a ideia de que foi enganado. O segundo são as declarações comprometedoras. No caso do prefeito de Teixeira, João Bosco, ele vem cometendo estes dois erros, o que tem contribuído muito para o seu desgaste.

Difícil recuperação

Vai ser muito difícil o prefeito de Teixeira se recuperar do desgaste do seu governo por duas razões: as expectativas geradas com a aprovação dos recursos no Governo Federal são muito grandes e, dificilmente serão liberados até o mês de março, conforme tem afirmado o prefeito, e se forem liberados, será somente a partir do próximo ano. A outra razão é que está entrando no período eleitoral e tudo que o prefeito fizer ou falar terá pouca validade na cabeça do eleitor, pois será considerada obra eleitoreira.

Política do Pão e Circo

Esta é a forma mais tradicional de fazer política desde a Era dos Romanos, quando os governantes satisfaziam o povo distribuindo comida e promovendo grandes espetáculos para diverti-lo, conquistando assim seu apoio. Esta política continua sendo usada até hoje, mas, vem perdendo espaço para a política moderna, que busca levar esperança à população para uma melhor qualidade de vida, principalmente com mais saúde, educação, segurança, emprego, mobilidade urbana e menos corrupção com o dinheiro público.

Situação x oposição

Em toda parte do mundo sempre existe situação e oposição. Há os que são radicalmente contra e os que defendem cegamente. Eles representam a minoria da população e, provavelmente, não chegam a 10%. Enquanto que 90% desejam que os governantes façam o melhor pelos governados, independente de quem esteja no cargo. Essa grande maioria é quem elege, portanto, é a essa fatia que se deve auscultar permanentemente e governar de acordo com os sentimentos dela.

Sucessão na Bahia

Está ficando cada vez mais difícil de a oposição se unir na Bahia para enfrentar o candidato governista Rui Costa. Da oposição, os dois nomes mais cotados são o do ex-governador Paulo Souto e do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Segundo as pesquisas, o nome mais forte é o de Paulo Souto, entretanto, Geddel conta com o apoio do maior líder da oposição, que é ACM Neto. Com isso, o quadro se complica para que haja convergência das oposições. Como já dizia ACM, o “cabeça branca”: “Oposição só se une em velório”.

A guerra vai começar

Após o dia 4 de março, depois do carnaval, a guerra da política vai começar. Os prefeitos que estão no poder e tiverem mal avaliados serão duramente fustigados. No caso de Teixeira, o fato do prefeito ter antecipado a campanha criou muitos desafetos, principalmente na base de apoio que o ajudou a se eleger. Os adversários históricos ainda não estão fazendo oposição sistemática. O pior é que o prefeito vai entrar na campanha eleitoral sem gordura para queimar.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui