Número de afogamentos dispararam em Teixeira e região durante o ano de 2020

18º GBM inicia campanha de prevenção a afogamentos

Em 2019, foram apenas três ocorrências. Foto: Instagram/18º GBM

Um balanço divulgado nesta quinta-feira, 03 de dezembro, mostra que o número de mortes por afogamentos durante 2020 já atingiu seu ponto mais alto desde 2016, considerando Teixeira de Freitas e região.

Os dados são do 18º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), com área de atuação correspondente aos 13 municípios do Extremo Sul baiano.

Imagem: Reprodução

De acordo com o gráfico, somente neste ano, foram 17 vítimas de afogamento. Em 2019, apenas três ocorrências. O número mais alto, até então, havia sido registrado em 2012, quando foram 10 óbitos.

A divulgação do balanço está atrelada ao início da campanha do 18º GBM/Teixeira de Freitas que visa a prevenção a afogamentos com dicas importantes para a segurança no verão.

O Grupamento menciona que, “mundialmente, as taxas de afogamento mais altas estão entre crianças de 1-4 anos de idade, seguidas de crianças de 5-9 anos de idade. Por isso, é de grande importância que pais e mães estejam sempre de olho nos pequenos, seja qual for o local de banho“.

Entre as dicas, estão:

  • evite banhar em mares turbulentos,
  • não entre na água caso tenha consumido bebida alcoólica;
  • o salvamento e reanimação devem ser realizados imediatamente no local do afogamento;
  • procure sempre locais com profissionais aptos para o socorro;
  • siga sempre as instruções dos guarda-vidas. Se necessário, peça para que lhes indiquem o local mais apropriado para o banho.
Imagem: Reprodução

Mais dicas você encontra na página do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, clicando aqui.

Siga também o 18º GBM/Teixeira de Freitas no Instagram: @18gbmba.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui