Nova Viçosa: município e Bahia produtos de Madeira iniciam ação para transformar a região no grande polo moveleiro do Nordeste

Foto: Ascom

A Prefeitura de Nova Viçosa e a BPM (Bahia Produtos de Madeira) estão desenvolvendo um importante projeto de cooperação público privado, objetivando fomentar a consolidação da região do Extremo Sul da Bahia no grande polo moveleiro do Nordeste do Brasil. As ações iniciais estão se dando de forma conservadora junto a pequenos empresários do ramo da marcenaria do município buscando impulsionar a cadeia produtiva moveleira local e proporcionar um escoamento dessa produção alinhado com a absorção desse produto por clientes regionais.

A proposta inicial do projeto é condicionar as marcenarias a produzirem portas e janelas de almofada para abastecer o mercado regional, barateando custos e reduzindo o valor para o consumidor final, toda a produção inicial do projeto será feita a partir de matéria prima selecionada e doada pela BPM, capacitação e qualificação de mão de obra são elementos que também compõe a proposta e serão ofertados em parceria com os equipamentos do sistema “S”. No entendimento do gerente comercial da BPM, Cleidson Ferreira, a iniciativa da prefeitura em buscar parcerias para alavancar a produção industrial local é louvável “o que estamos pensando aqui parte como um processo de laboratório, o prefeito Manoel tem uma visão técnica de administrador público, o que facilita, com isso a ideia é que toda região esteja inserida”.

Para Jorge Cunha, secretário de Indústria e Comércio de Nova Viçosa, a iniciativa tem como objetivo primeiro, geração de empregos e aumento no volume de receitas do município, as possibilidades posteriores serão consequências do sucesso das ações, “ não se faz um plano de desenvolvimento sem projetar com glamour as etapas futuras, más temos que entender que no momento nosso foco são nossos pequenos marceneiros, artesão de fundo de quintal, pessoas geradoras de emprego em potencial, se nós conseguirmos que esses tenham um aumento em seus negócios ao ponto de contratarem mais um funcionário pelo menos, já teremos gerado 80 empregos diretos, vejam como é simples mas eficaz, o tempo de florear dados passou, essa gestão será marcada por ações”.

A BPM (Bahia Produtos de Madeira) é uma marca de madeira nobre, totalmente extraída de florestas renováveis a partir de árvores plantadas sem correr o risco de agredir o meio ambiente e sem pagar mais por isso, porque, apesar de todo o estudo, o manejo e a dedicação que a BPM exige, isso não se reflete no valor final para o consumidor, tendo um custo equivalente ao de outras madeiras nobres. A empresa já existe desde 1999, no distrito de Posto da Mata, e começa uma nova era no seu parque produtivo, com visões muito à frente do tempo local, possibilitando a empresa se localizar como referência global no segmento.

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui