Nova Viçosa: Ex-nora desiste de acordo sobre pensão de filhos e avó continua presa

Dona Benedita esperava deixar a delegacia no sábado (21), mas sua ex-nora cancelou o acordo, voltando a cobrar o valor integral

Neste domingo (22) completa 12 dias que a lavradora Benedita Conceição dos Santos, 63 anos, está custodiada na delegacia de Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa, no Extremo Sul da Bahia, por conta de uma dívida de R$ 4.417,36 referente ao pagamento de pensão alimentícia de dois netos.

Sábado (21), dona Benedita esperava deixar a delegacia, graças a um acordo feito com a mãe das crianças – uma de 7 e outra de 3 anos -, para pagamento de R$ 2 mil, mas sua ex-nora, também lavradora, voltou atrás e cancelou o acordo, voltando a cobrar o valor integral.

“É uma mulher pobre, está desempregada, mal tem dinheiro para comer em casa, como é que vai consegui pagar tudo isso? O pai das crianças (Jailson dos Santos, que é corretor de imóveis) mora no Rio de Janeiro. Veio quando soube que a mãe estava presa, mas cadê o dinheiro? Também não tem”, declarou o advogado da idosa, Mozart Soares.

Segundo ele, a suspeita é de que a quebra do acordo tenha sido motivado por vingança. O acordo para o pagamento mensal da pensão foi de R$ 250, mas Benedita atualmente tem apenas a renda de uma aposentadoria do marido, Valdemar da Paz, 79, que é doente. Apesar da repercussão do caso na cidade e até na imprensa nacional, o advogado reclama que não tem havido doações para ajudar sua cliente.

Fonte: Alexandro Mota/Correio

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui