No caminho da alegria

“Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!” (Filipenses 4.4)

Paulo foi um homem que passou por muitas mudanças na vida. A fé em Cristo revolucionou sua escala de valores. O que era lucro, virou prejuízo e pela excelência do conhecimento de Cristo, ele considerou as demais coisas, qualquer coisa que pudesse impedir sua vida discipular, como de nenhum valor. Suas cartas nos falam de seus sofrimentos, de suas dores, de solidão, das agressões físicas e prisões, e ainda revelam o que ele chama de “espinho na carne”. Algo que muitos acreditam ter sido uma enfermidade oftalmológica que, além de deformar seu rosto, praticamente o impedia de escrever, necessitando da ajuda de outros para suas cartas. E então, ele fala de alegria!

Há um mistério na vida cristã que envolve satisfação, confiança e alegria e que a esmagadora maioria de nós ainda não conheceu, nem sequer de longe! Paulo parece ter conhecido. É a capacidade de alegrar-se em Deus. Não com o que Ele nos dá, não com as respostas positivas às nossas orações, não com a prosperidade garimpada em nome da fé, mas, uma alegria divina, residente no próprio Deus. Alegria do “Eu Sou”, que tanto amou, que veio a nós e nos fez dele. A alegria de filho que voltou à casa do Pai. Paulo, mesmo com uma trajetória de vida que muitos considerariam um fracasso a julgar pelos padrões humanos de sucesso, descobriu e experimentou algo que sucesso algum poderia lhe proporcionar: a alegria no Senhor. E ele a recomenda a nós.

Sinto-me desafiado constantemente por esta palavra paulina. Pergunto-me sobre minhas alegrias e minhas tristezas. Onde, realmente, Deus está em tudo isso. E cada vez que apenas creio e separo tempo para respirar em Sua presença, sinto que há um caminho diante de mim do qual conheço apenas poucos passos, um caminho que me foi aberto por Cristo na cruz, o caminho que me faz estar com Deus. Como cristãos somos chamados a essa jornada de fé trilhada por Paulo e destinada a todos os seguidores de Cristo. Chamados a descobrir essa alegria divina, que capacita a superar circunstâncias e suportar tragédias. Que hoje possamos, humildes e submissos, dar alguns passos adiante. Alegre-se no Senhor!

 

“A graça do Senhor Jesus Cristo seja com o seu espírito” (Filipenses 4.23)

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui