Motorista de transportadora é vítima de sequestro-relâmpago e carga é roubada na BA-290

Foto: Reprodução/MedeirosDiaDia

Um motorista que distribuía produtos para uma empresa de Teixeira de Freitas na região foi alvo da ação de criminosos, sendo ainda levado como refém. O fato aconteceu na manhã desta sexta-feira (24), no trevo de acesso a Juracitaba, distrito de Medeiros Neto, na BA-290.

O motorista, que não terá o nome divulgado, relatou todo o ocorrido. De acordo com a vítima, a empresa teria enviado um caminhão para realizar entregas na cidade de Itanhém e no distrito de Batinga. Ele, por sua vez, tinha entregas na região de Medeiros Neto, a começar pelo povoado de Juracitaba, a bordo de um veículo Chevrolet Montana/ Furgão, cor branca, placa policial ORN-4521, licenciada em Teixeira de Freitas.

Feitas as entregas, quando já estava saindo de Juracitaba, o condutor avistou uma picape semelhante à sua. Ele percebeu que estava sendo seguido, mas já era tarde demais.

O homem relata que foi abordado por dois indivíduos armados, um com uma pistola e o outro com um revólver semelhante a um 38, um de barba grande, outro de cabelo meio grisalho. Uma terceira pessoa participava da ação, mas não conseguiu identificar.

A vítima ainda disse que foi algemada, vendada com uma touca ninja e levada para o carro dos assaltantes. Sem saber para onde estavam indo, o motorista expressou que temeu pela vida, mas que, durante todo trajeto, eles apenas perguntaram seu nome e qual era a transportadora, depois disso, não falaram mais nada, não o ameaçaram, nem foram violentos.

Após pararem o veículo em um canavial, e saquearem toda carga, o motorista disse que os assaltantes o deixaram no fundo do carro, tirou as algemas e ainda deram 10 minutos para que ele pudesse sair. Fugiram tomando rumo ignorado. Após ter saído do veículo, percebeu que estava próximo ao trevo de Barcelona.

Um boletim foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Medeiros Neto. Policiais da 44ª CIPM efetuaram rondas na BA-290 e nas vicinais, a Polícia Rodoviária Estadual, sob o comando do capitão Ademir Barbosa, também foi informada e efetuaram cercos pela região.

Os policiais de toda área de correspondência da Companhia foram colocados em alerta, mas, até o fechamento desta matéria, ninguém havia sido preso, ou identificado.

O prejuízo para a empresa está entre R$12 e R$15 mil. A carga era composta por tv de 40 polegadas, celulares, tablets, sapatos, fritadeiras, roupas e peças de automóveis.

O mesmo trajeto era feito três vezes por semana nessa região, o que leva a Polícia a acreditar que, provavelmente, ele foi seguido desde o depósito, uma vez que transportadoras são muito visadas em Teixeira de Freitas.

Fonte: Medeiros Dia Dia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui