Média de mortes da ditadura de Maduro já supera com folga a da ditadura militar brasileira

Foto: Reprodução

A média de mortes da ditadura socialista da Venezuela já supera o período mais sangrento de nossa história recente. Durante a ditadura militar brasileira, entre 1964 e 1985, foram mortos ou desaparecidos 434 pessoas, uma média de 20,9 por ano. Já na Venezuela, somente esse ano, desde que  Nícolas Maduro oficializou a ditadura socialista, já morreram 112 venezuelanos.

Em menos de um ano, a ditadura socialista já matou cinco vezes mais que a média da ditadura militar brasileira. Mas esses  números não são suficientes para revoltar partidos de esquerda no Brasil, que normalmente usam as mortes do período militar brasileiro para ganhar eleições no país. Recentemente,  o PT e PC do B ignoraram a violência do ditador socialista e assinaram apoio a ditadura sanguinária da Venezuela.

As informações são do Instituto Liberal de São Paulo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui